E vamos a mais um apanhado de novidades do Apple TV+, o qual está a pouco mais de uma semana de ser lançado em mais de 100 países ao redor do mundo.

Publicidade

Depois de “For All Mankind” e “Dickinson”, ontem (21/10) foi vez do seriado futurístico (e bastante aguardado) da Maçã “See” de ganhar os holofotes durante o seu evento de estreia, realizado na Califórnia.

Estreia de “See”

Como dissemos, a Apple realizou ontem o evento de estreia da série “See”, estrelada por Jason Momoa (“Game of Thrones”, “Aquaman”, “Stargate Atlantis”). O evento, que seguiu o mesmo estilo das duas outras premières, contou com diversas estrelas e um ambiente muito bem decorado.

Confira as fotos:

O thriller pós-apocalítico está entre as produções mais caras do Apple TV+ (quiçá do mercado de streaming), com o orçamento de *cada episódio* estimado em US$15 milhões.

A partir de 1º de novembro, os três primeiros episódios de “See” estarão disponíveis no Apple TV+ e novos episódios serão lançados semanalmente, toda sexta-feira.

Acordo com Monica Beletsky

Como se já não tivesse reunidos talentos suficientes, a Apple fechou um novo contrato plurianual com a roteirista e produtora Monica Beletsky, conhecida por seus trabalhos em “Fargo”, “Parenthood” e “Friday Night Lights”. As informações são do Deadline.

Monica Beletsky
Monica Beletsky

Em suma, o acordo significa que Beletsky desenvolverá e produzirá conteúdos exclusivos para o Apple TV+. Segundo a Variety, esse é o primeiro acordo plurianual (e possivelmente multimilionário) da carreira dela.

Entre os outros criadores que já assinaram acordos com a Apple neste ano, estão Alfonso Cuarón, Justin Lin e Jason Katims. A empresa também tem uma parceria com a apresentadora Oprah Winfrey, com a qual está produzindo uma série sobre saúde mental e também lançará documentários.

Entrevista com Zack Van Amburg

Em meio à agitação das estreias de séries e da proximidade do lançamento do Apple TV+, a WIRED divulgou uma extensa matéria analisando o vindouro serviço da Maçã, a qual inclui uma entrevista com o co-chefe de audiovisual da Apple, Zack Van Amburg.

Em uma das passagens, Van Amburg disse que a Apple está focada na qualidade, e não na abrangência demográfica dos usuários da plataforma: “Ninguém aqui está sentado dizendo que precisamos encontrar um conteúdo para homens de 18 a 34 anos, ou a próxima série para mulheres com mais de 32 anos. Estamos definindo nossa programação por qualidade.”

Publicidade

Embora a maioria dos conteúdos televisivos de entretenimento mais tradicionais frequentemente visem capturar telespectadores entre 18 e 49 anos (um importante recorte demográfico para a publicidade), a Apple, de fato, não precisa ser tão específica, uma vez que o seu serviço não possuirá comerciais e/ou anúncios.

Além disso, a WIRED elogiou o nível de detalhes da série “For All Mankind”, observando que o produtor Ronald D. Moore criou uma trama impressionante, possível de se expandir para várias temporadas. Como divulgamos, a série foi renovada para sua segunda temporada, e Moore havia afirmado que já tinha “prontas” pelo menos duas outras grandes sequências para o título.

via The Loop

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…