O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple poderá lançar novos gadgets domésticos inteligentes além do HomePod

Nada passa de especulações, mas os números não mentem
Apple TV e HomePod

A área de automação residencial tem um potencial extremo, mas infelizmente a Apple não consegue acompanhar o mercado (pelo menos por enquanto). Além de oferecer a plataforma HomeKit, a gigante de Cupertino dispõe de poucos gadgets residenciais, dos quais podemos contar apenas a Apple TV (que integra o app Casa) e o HomePod.

Publicidade

Essa situação, no entanto, poderá mudar: segundo uma nova matéria de Mark Gurman, da Bloomberg, a Apple está aumentando as suas contratações para a equipe de hardware e software do HomeKit, possivelmente para “recuperar o atraso da companhia” nesse nicho tecnológico, o qual é dominado pelo Google e pela Amazon.

Mais precisamente, a Maçã está buscando engenheiros para trabalhar em algum(ns) possível(s) dispositivo(s) para além do seu alto-falante inteligente — o qual por si só já é um sinônimo de limitação, uma vez que ele está disponível em pouquíssimos países. Mercadologicamente, o HomePod corresponde apenas por 2,1% do mercado de alto-falantes inteligentes disponíveis.

Gráfico: mercado alto-falantes inteligentes

Gurman relatou, ainda, que a Apple explorou uma “grande variedade” de acessórios domésticos inteligentes, incluíndo módulos que podem abrir e fechar janelas automaticamente, mas que esses projetos foram aparentemente suspensos.

Mais do que gadgets da Maçã, a própria plataforma do HomeKit ainda é limitada: atualmente, mais de 450 acessórios domésticos inteligentes são compatíveis com a Siri, contra 85.000(!) que suportam a Alexa, da Amazon e 10.000 que oferecem suporte ao Google Assistente — números que certamente também não deixam a gigante de Cupertino contente.

Publicidade

A empreitada está sendo atribuída ao ex-diretor de tecnologia da Mozilla, Andreas Gal — que entrou para a Apple no ano passado, após a aquisição do Silk Labs pela gigante de Cupertino. Desde a sua contratação, o executivo tem trabalhado para agitar e dar fôlego aos projetos da Maçã, inspirando-se na plataforma do Silk Labs que usa inteligência artificial para conectar múltiplos dispositivos residenciais.

Será mesmo? Veremos.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPhones SE em todas as cores voando

Rumores: iPhones de 2020 com tela “ProMotion” de 120Hz; produção do novo iPhone SE começará em janeiro

Próximo Artigo
AirPods Pro

Acabou a espera: Apple anuncia os AirPods Pro

Posts Relacionados