Mais de 30% das pessoas que compram novos iPhones nas lojas da Apple reciclam seus aparelhos antigos A Apple quer ser o exemplo nesse segmento

Apple Trade In

Pouco depois de receber um prêmio em nome da Apple pelo esforço da companhia na área de sustentabilidade, Tim Cook conversou com a GQ sobre o assunto.

Publicidade

Em 2017, por exemplo, a Apple anunciou uma meta para lá de ambiciosa: criar produtos sem precisar retirar materiais do nosso planeta, ou seja, usando como base materiais reciclados. Tal meta foi estipulada sem a certeza de como tudo poderia ser feito, mas isso não parece ser problema para Cook e sua equipe.

O CEO comentou que eles também não sabiam como atingir a meta de uma operação 100% atrelada a energias renováveis, coisa que conseguiram.

É uma cruzada da Apple. Sim, é algo que eu estou liderando bastante… mas, a menos que eu consiga convencer a empresa — e como CEO, você ainda precisa fazer isso, ou pelo menos na Apple —, isso não vai acontecer.

E como fazer isso? Bem, parte importante desse plano tem a ver com o Apple Trade In, programa no qual você dá o seu aparelho antigo e ganha desconto na compra de um novo. Na verdade, Cook quer que as pessoas apliquem um comportamento parecido com o que vemos no mercado de carros: quando você acha que ele já não lhe serve mais, entregue para alguém que ainda possa usá-lo.

Publicidade

Este ano nós realmente mudamos o tom [nós percebemos] para fazer com que o consumidor pense nessa troca. Chegamos a um terço ou mais das pessoas que entram em nossas lojas que estão negociando, e esse número está aumentando. Então eu acho que é um sinal positivo.

O executivo comentou que, infelizmente, não tem esse tipo de controle (implicações ambientais) sobre os acessórios de terceiros, e afirmou que não tem como policiá-los. Se uma empresa deseja fabricar uma capa para o iPhone 11, por exemplo, “eles nem precisam nos ligar”, disse Cook. “Eu acho que é assim que deve ser.”

Isso não quer dizer que a empresa não possa dar um leve “empurrão”. Cook reconheceu que, em se tratando de produtos escolhidos para serem vendidos nas lojas da Apple ou que fazem parte do seu programa MFi, a Apple pode, sim, exercer algum tipo de controle. “Decidimos cuidadosamente o que acontece em nossas lojas. É assim que colocamos o dedo nessa escala para tentar motivar as pessoas a fazer a coisa certa.”

Perguntado se a Apple tinha algum plano para incentivar outras fabricantes a serem mais sustentáveis, ele disse que, quando essa outra fabricante tem algum envolvimento com a Apple (como, por exemplo, uso da marca da Maçã ou o conector Lightning), sim. A Apple inclusive está trabalhando nisso, mas o CEO não quis pré-anunciar nada por enquanto.

Publicidade

Veremos o que a companhia está tramando para ajudar ainda mais o planeta.

via MacRumors

Posts relacionados

Comentários