O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPad Pro

Mesmo com crescimento de 141%, Amazon fica atrás da Apple no mercado de tablets

Em comparação, o crescimento da Apple foi “só” de 4%

O forte ecossistema da Amazon e os baixos preços praticados pela gigante no varejo ajudaram-na a aumentar vertiginosamente as vendas de tablets em 141% no terceiro trimestre deste ano, segundo uma pesquisa publicada pela Strategy Analytics. Isso contribuiu para que a companhia escalasse no ranking mundial de vendas, mas não o suficiente para derrubar a grande primeira colocada: a Apple.

Publicidade

Especificamente, a Amazon vendeu cerca de 5,3 milhões de tablets no terceiro trimestre, ante 2,2 milhões de dispositivos no mesmo período do ano passado; enquanto isso, a gigante de Cupertino comercializou 10,1 milhões de iPads nos últimos três meses, um crescimento de 4% em relação às vendas do ano passado.

Vendas de tablets pela Strategy Analytics

De acordo com o diretor da SA, Erick Smith, a Apple está “tentando reinventar o iPad para se tornar um gadget de produtividade”, destacando alguns recursos da família de iPads como suporte a teclados e, no iPadOS 13, compatibilidade com mice e trackpads, também.

A Apple lançou o iPad de sétima geração um pouco maior e com suporte a teclados no terceiro trimestre de 2019 pelo mesmo preço do modelo anterior, ajudando a impulsionar as remessas em 4% em relação ao ano anterior. O aumento na receita também sugere um forte crescimento das vendas de iPads Pro em comparação com o ano anterior, já que o preço médio de venda do iPad aumentou 9%.


iPad de sétima geração

iPad de 10,2 polegadas

de Apple

Preço à vista: a partir de R$ 2.699,10
Preço parcelado: em até 12x de R$ 249,92
Cores: cinza espacial, prateado ou dourado
Capacidades: 32 GB ou 128 GB
Lançamento: setembro de 2019

Botão - Comprar agora

Mais do que isso, Smith alega que a Maçã está intensamente focada na criação de serviços (como o Apple TV+) que podem contribuir para catapultar as vendas da companhia neste último trimestre de 2019.

Com relação às outras fabricantes, apenas a Lenovo também teve um salto positivo nas vendas (8%) em relação a 2018, ao passo que Samsung (-5%) e Huawei (-18%) viram o número de vendas de tablets cair no último trimestre — porém, isso não as impediu de ocuparem o terceiro e o quarto lugares no ranking de vendas, respectivamente.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
WhatsApp Messenger

Agora você escolhe se quer ou não entrar em um grupo do WhatsApp!

Próximo Artigo
Portal de privacidade da Apple

Apple reitera seu comprometimento a privacidade com novo site e documentos

Posts Relacionados