Empresa diz ter “provas” de que Apple manipulou ranking da App Store Mesmo tentando "consertar" o problema, a Apple fica no meio das críticas

Ícone da App Store

Em setembro passado, uma série de acusações contra a Apple acerca de um provável monopólio com a App Store culminou em uma publicação do Wall Street Journal que colocou, digamos, “todas as cartas na mesa”.

Publicidade

Segundo a análise do jornal, a empresa teria alterado o algoritmo da sua loja para priorizar seus apps em detrimento de softwares de terceiros — os quais estiveram, por anos, entre as opções mais populares nas pesquisas da App Store. Posteriormente, essa teoria foi “ratificada” pelo New York Times, e a Maçã precisou mexer os pauzinhos.

Agora, porém, uma nova acusação emergiu, conferindo que a companhia de fato alterou os algoritmos da App Store após as denúncias supracitadas. Mais precisamente, a empresa de desenvolvimento Blix (criadora do cliente de email Blue Mail) alega que descobriu novos dados os quais apontam que a Apple suprimiu, por muito tempo, as classificações de apps de terceiros na App Store. As informações são do Washington Post.

De acordo com os fundadores da Blix, eles desconfiaram do método de classificação da App Store no fim de setembro, quando o Blue Mail passou da 143ª posição para o 13º lugar no ranking dos apps de email da loja da Maçã — logo após a reportagem do New York Times ter sido publicada.

Publicidade

Com base em informações e crenças, a Apple mudou seus algoritmos de busca em uma aparente tentativa de remover as técnicas de manipulação e supressão empregadas anteriormente e que estavam agora sob escrutínio após o extenso relatório do New York Times.

Ainda segundo os executivos, o motivo de a Apple ter “negligenciado” o app Blue Mail por tanto tempo está justamente no fato de que o software “atrai os consumidores comuns graças à sua riqueza de recursos, em comparação com o app Mail básico do iOS”.

A Blix está travando, ainda, outra batalha (mais antiga) com a Apple, na qual requer que a empresa volte a distribuir o Blue Mail na Mac App Store. O cliente de email foi removido da loja em junho passado e, desde então, a desenvolvedora vem acusando a Maçã de “violações antitruste”. De acordo com a Apple, o Blue Mail foi removido da MAS porque ele duplicava outro app da Blix, o TypeApp.

De volta à acusação sobre a classificação de apps, a Blix encerra dizendo que os softwares da Apple são os únicos na App Store sem classificação. Eles sugerem, ainda, que a companhia destacou intencionalmente os apps com classificações mais baixas para “confundir os clientes e fazê-los pensar que havia apenas alternativas de menor qualidade ao app Mail”.

Publicidade

A Apple não comentou as acusações da Blix até o momento. A companhia também está sendo acusada de monopólio com a App Store na maior esfera judicial dos Estados Unidos e, ainda, na Rússia.

via Business Insider

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…