A Apple removeu o aplicativo de mensagens ToTok da App Store depois que uma investigação do New York Times1 concluiu que o aplicativo também funcionava como uma ferramenta de espionagem usada pelo governo dos Emirados Árabes Unidos para “inspecionar em massa seus cidadãos”.

Publicidade

O ToTok talvez ainda não seja um nome familiar (principalmente entre os usuários brasileiros), mas na semana passada ele entrou para a lista dos apps mais baixados nos Estados Unidos na categoria “Redes sociais”.

De acordo com a publicação do NYT (que contou com a ajuda de autoridades americanas), o aplicativo estava sendo usado para extrair dados das listas de contatos dos usuários e de suas localizações a fim de oferecer-lhes uma “previsão meteorológica localizada”.

ToTok na App Store

Quanto às questões de segurança do app, outro problema: o ToTok não oferece criptografia de ponta a ponta, portanto qualquer pessoa com acesso aos dados do software poderia acessar (e ler) as mensagens trocadas entre os usuários na plataforma.

A política de privacidade do app cita que o serviço “pode compartilhar seus dados pessoais com empresas do grupo”, no entanto, os dados dos usuários estavam supostamente sendo enviados para a empresa de segurança cibernética DarkMatter, sediada em Abu Dhabi (capital dos EAU).

Um especialista em segurança digital do Oriente Médio, falando sob condição de anonimato para discutir ferramentas poderosas de hackers, disse que altos funcionários dos Emirados lhe disseram que o ToTok era realmente um aplicativo desenvolvido para rastrear seus cidadãos nos EAU e em outros países.

Vale notar que a DarkMatter não passa de uma fachada para um setor do governo do EAU e, inclusive, está sendo investigada pelo FBI2 por possíveis crimes cibernéticos.

Apesar de a denúncia em si vir à tona recentemente, tudo indica que nada disso é novidade para os serviço de inteligência dos EUA, uma vez que o FBI já emitiu um alerta de segurança para outros países acerca do uso do app e da possibilidade de ele estar sendo usado para espionagem.

Publicidade

Qualquer fosse o objetivo do governo emiradense com o ToTok, a Apple fez bem em removê-lo da App Store antes que outro problema (ainda maior) surgisse; o software já foi removido até mesmo da loja brasileira.

via AppleInsider

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…