Apple TV+: documentário de Oprah sobre casos de assédio na indústria da música é cancelado Por outro lado, o Apple TV+ levou o seu primeiro prêmio para casa

As notícias mais recentes sobre o Apple TV+ são bem mistas: enquanto um dos documentários mais aguardados da plataforma foi cancelado — após “diferenças criativas” dos produtores, que incluem ninguém menos do que a apresentadora Oprah Winfrey —, outro título do serviço foi aclamado durante o Critics’ Choice Movie Awards, resultando na primeira grande vitória do serviço numa premiação.

Publicidade

Confira os últimos acontecimentos a seguir.

Documentário de Oprah cancelado

No começo de dezembro passado, nós informamos que a apresentadora Oprah Winfrey havia fechado mais um acordo criativo com a Apple: um documentário focado em casos de assédio e violência sexual na indústria fonográfica.

Oprah durante apresentação do Apple TV+

Como todo projeto da Maçã, apenas as informações iniciais sobre produção, tema e equipe foram divulgados — o que não sabíamos, no entanto, era que por trás das câmeras as coisas não estavam dando certo, conforme divulgado pelo Hollywood Reporter.

Em uma entrevista para o site, Oprah afirmou que não é mais produtora executiva do documentário e que ele não será disponibilizado no Apple TV+. A apresentadora acrescentou que há “mais trabalho a ser feito” e que a produção não está pronta para estrear no Festival de Cinema de Sundance, como previsto.

Publicidade

Em primeiro lugar, quero que saiba que eu acredito e apoio inequivocamente as mulheres [vítimas de abuso/assédio]. Suas histórias merecem ser contadas e ouvidas. Na minha opinião, há mais trabalho a ser feito no filme para esclarecer todo o escopo do que as vítimas sofreram, e ficou claro que os cineastas e eu não estamos alinhados nessa visão criativa.

O documentário foi criado por Kirby Dick e Amy Ziering, que já trabalharam em vários outros projetos semelhantes, incluindo “The Hunting Ground”, no qual expõem casos de assédio em universidades e “The Bleeding Edge”, o qual se passa na indústria de dispositivos de saúde.

Billy Crudup premiado no Critics’ Choice Movie Awards

Billy Crudup - "The Morning Show"
Billy Crudup em “The Morning Show”

Após a (imemorável) derrota no Globo de Ouro, finalmente uma das produções da Maçã recebeu o reconhecimento que merecia — falo, naturalmente, de “The Morning Show”, uma das grandes apostas da companhia para a temporada de premiações.

Mais precisamente, o ator Billy Crudup ganhou o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante do Critics’ Choice Movie Awards pela sua atuação como Cory Ellison no drama. Isso também marca a primeira vitória do Apple TV+ numa grande premiação.

Publicidade

“The Morning Show” foi lançado com o Apple TV+, no dia 1º de novembro, sendo amplamente criticado no início. Contudo, a resposta do público foi extremamente positiva à medida que o drama se desenrolava. A segunda temporada da série está em desenvolvimento e deverá estrear ainda este ano.

Entrevista com produtor de “The Morning Show”

Muitos não o conhecem, mas a série “The Morning Show” só chegou ao Apple TV+ graças ao produtor Michael Ellenberg. O produtor contou a história por trás da criação do seriado em uma entrevista para a Variety.

Michael Ellenberg

Ellenberg foi um dos primeiros produtores a fechar um contrato de várias temporadas com a Maçã, e isso se deu após uma feliz coincidência envolvendo a criação da sua produtora Media Res, em 2016. Naquele ano, o produtor deixado a HBO e decidiu partir para a nova empreitada, momento em que conheceu os chefes do Apple TV+, Zack Van Amburg e Jamie Erlicht.

As ideias bateram de imediato e logo a Media Res estava produzindo “The Morning Show” para a Maçã — atualmente, a empresa é responsável por outras duas produções do serviço: “Pachinko” e uma série de drama estralada por Brie Larson.

Publicidade

A atriz Jennifer Anniston (que interpreta a coprotagonista Alex Levy) elogiou a energia de Ellenberg e a busca pela excelência depois de trabalhar com ele na série:

Michael é uma daquelas pessoas que ficam energizadas com o que faz e com as histórias que ele quer contar, e essa energia que ele traz para o processo de produção é infecciosa. A busca pela excelência de Michael, combinada com seus instintos criativos e espírito de colaboração, faz dele um grande produtor.

Você pode conferir a entrevista completa aqui.

via MacRumors, 9to5Mac, Cult of Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…