Após um ano, Apple conseguiu reverter queda nas vendas de iPhones

iPhone 11

Como sabemos, o último trimestre fiscal da Apple foi um sucesso absoluto, com destaque para o aumento nas vendas de iPhones, principalmente do novo modelo de entrada. Agora, a Gartner divulgou uma pesquisa que sela o crescimento das vendas da Maçã no período — após um ano, digamos, difícil.

Publicidade

De acordo com dados da empresa, após uma sequência de quatro trimestres em queda — devido à guerra comercial entre os Estados Unidos e a China e pela timidez das vendas dos iPhones XS e XS Max, que não tiveram a mesma popularidade do XR —, as vendas de iPhones cresceram pela primeira vez no último trimestre de 2019.

A firma sugere que a Apple vendeu 69,5 milhões de iPhones, contra 64,5 milhões no mesmo trimestre de 2018. Isso fez com que a Maçã aumentasse sua participação no mercado global de smartphones para 17,1%, apenas 0,2 ponto percentual atrás da Samsung, líder do segmento.

Gartner: vendas de smartphones por fabricante

Em 2019, como um todo, a Apple ficou no Top 3, atrás da Samsung e da Huawei.

Após quatro trimestres consecutivos de queda, as vendas do iPhone da Apple voltaram a crescer, com um aumento de 7,8% no quarto trimestre [de 2019]. Uma ligeira queda nos preços do iPhone 11, em comparação ao iPhone XR, e outras reduções de preços nos modelos de iPhones da geração anterior, aumentaram a demanda e também ajudaram a Apple a recuperar a segunda posição.

Por fim, a Gartner afirma que as vendas foram particularmente fortes na China, onde elas cresceram 39% no quarto trimestre de 2019. Ademais, a Apple teve um desempenho forte em diversos outros mercados, como Brasil, Reino Unido, França, Alemanha e Índia.

Publicidade

Como informamos, as expectativas da gigante de Cupertino para o primeiro trimestre fiscal deste ano não são positivas, muito graças ao surto de Coronavírus (COVID-19) na China e em diversos países, o que causou não só a interrupção da produção como também a queda das vendas em território chinês, que é um dos maiores mercados da Apple em todo o mundo.

via ZDNet

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…