Os novos iPads Pro, lançados na semana passada, deverão chegar para consumidores (os que fizeram seus pedidos online) a partir de amanhã, quarta-feira (25/3). Um usuário do Reddit, porém, colocou a mão no seu brinquedinho antecipadamente e mostrou algumas informações bastante aguardadas sobre o novo tablet da Maçã (leia-se: benchmarks).

Publicidade

Ele também compartilhou uma imagem do gadget (modelo de 11 polegadas), a qual mostra o novo módulo da câmera traseira com as lentes grande-angular e ultra-angular, além do scanner LiDAR. É possível notar, ainda, que o Smart Connector se manteve na mesma posição do iPad Pro de 2018 — mas essa não é a única semelhança com o modelo de um ano e meio atrás.

iPad Pro (2020)

Em um teste do Geekbench 5, o ‌novo iPad Pro‌ de 11″ obteve uma pontuação single-core de 1.114 e multi-core de 4.654, colocando-o basicamente par a par com seu antecessor.

Precisamente, o iPad Pro de 11″ de 2018 possui pontuações médias no Geekbench 5 de 1.113 (single-core) e de 4.608 (multi-core). Assim como o A12X, o novo A12Z Bionic é um chip de 8 núcleos com clock de 2,48GHz.

Foi no teste gráfico Metal que o novo iPad Pro mostrou o seu “poder de fogo”: com 9.864 pontos, ele venceu o modelo de 2018, o qual obteve 9.020 pontos. Isso, porém, era esperado, já que o A12Z possui uma GPU1 de 8 núcleos (contra 7 núcleos do A12X).

Além dos testes do Geekbench 5, benchmarks do AnTuTu do novo iPad Pro também foram divulgados. Nesses, porém, o tablet não venceu seu antecessor; de fato, a pontuação dele foi menor(!) que a do modelo de 2018 em alguns aspectos:

Publicidade
  • iPad Pro de 11″ de 2020:
    • CPU: 187.648 pontos
    • GPU: 348.519 pontos
    • Memória: 71.476 pontos
  • iPad Pro de 11″ de 2018:
    • CPU: 184.553 pontos
    • GPU: 357.335 pontos
    • Memória: 90.598 pontos

Há, possivelmente, um motivo para isso: o teste AnTuTu talvez não esteja ainda otimizado para os novos hardwares e/ou para o iPadOS 13.4, que já está instalado nos novos iPads Pro (e será lançado para todos os usuários hoje à tarde).

Mais testes serão necessários para confirmar se há diferenças notáveis na performance entre os iPads Pro de 2018 e deste ano, mas, por enquanto, parece que quaisquer ganhos são modestos. De qualquer modo, isso foi suficiente para despertar em muitos a ideia de os modelos recém-apresentados serem apenas versões de “transição” para o que poderá vir ainda neste ano, como nós já comentamos.

https://twitter.com/stroughtonsmith/status/1242293380069146624
Os rumores de uma segunda atualização do iPad Pro este ano começam a fazer um pouco mais de sentido; esses iPads são realmente apenas versões levemente sofisticadas dos modelos de 2018 com 14% de desempenho extra de GPU e 6GB de RAM por padrão. Seria bom ver um iPad de 15″ este ano… 👀

Como dissemos, é importante ter em mente que os testes podem não estar atualizados para os novos dispositivos ou para o sistema da Maçã mais recente; portanto, ainda mais benchmarks provarão se os novos iPads Pro possuem, de fato, uma performance semelhante à de seus antecessores ou se as melhorias de uma geração para outra foram significativas.

Isso tudo analisando apenas performance, é claro.

via MacRumors

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…