O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Eddy Cue entra para conselho diretor de ONG dedicada à mídia

E cá estamos nós de novo com mais idas e vindas de Cupertino! Bom… de certa forma, como veremos a seguir.

Publicidade

Eddy Cue

Calma, calma: o vice-presidente sênior de software e serviços para internet da Apple continua exatamente onde está. A diferença é que, agora, Eddy Cue meio que acumulará funções: ele foi recentemente nomeado ao conselho diretor do Paley Center for Media, uma organização sem fins lucrativos dedicada a “celebrar a relevância cultural, criativa e social da mídia, bem como seu impacto na sociedade”.

Eddy Cue

O conselho diretor da ONG é totalmente composto por executivos de grandes empresas dos Estados Unidos, especialmente das áreas de mídia e entretenimento — coisa na qual Cue, com sua liderança do Apple TV+ e do Apple Music, é especialista.

Outras figuras importantes do conselho incluem Andrew Wilson, da Electronic Arts, e Alex Rodriguez, ex-jogador de beisebol e CEO da A-Rod Corp.

Rubén Caballero

Já falamos aqui, em abril passado, sobre a despedida de Rubén Caballero, um dos principais executivos da área de telecomunicações da Maçã e que liderava o desenvolvimento do modem 5G próprio de Cupertino. Pois Caballero já tem um novo lar profissional: a Humane.

Para quem não tem acompanhado o noticiário tecnológico, a Humane é a startup mais misteriosa do Vale do Silício. A empresa tem como objetivo “criar o próximo paradigma entre seres humanos e computação” — mas ainda não detalhou o que quer dizer com isso, nem o que exatamente está desenvolvendo em seus laboratórios. 😕

Publicidade

A startup, vale notar, foi criada por dois ex-engenheiros da Apple (Imran Chaudhri e Bethani Bongiorno) e tem contratado um bocado de gente de Cupertino. Na Humane, Caballero desempenhará o papel de conselheiro técnico — seja lá do que for que a empresa estiver criando. Alô, Skynet?

Jeff Risher

Por fim, o veterano da Maçã Jeff Risher foi contratado recentemente pela Aira, empresa especializada em carregamento sem fio — sim, aquela mesma que desenvolveu a tecnologia FreePower, utilizada pela Nomad no seu carregador similar ao AirPower.

Risher passou quase nove anos na Apple, desempenhando o papel de diretor de litígios entre 2006 e 2013 e, em seguida, como diretor de estratégias e licenciamento de patentes até 2015. O executivo também teve passagens pela Tesla e pela Faraday Future, sendo considerado um dos maiores especialistas da área de propriedade intelectual, licenciamento de patentes e parcerias estratégicas.

Publicidade

Na Aira, Risher será o diretor-geral de desenvolvimento de negócios e estratégia corporativa; ele lidará, ainda, com assuntos legais relacionados à companhia. Boa sorte para ele, então!

via iMore, Apple World Today [1, 2]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Todos Juntos

Apple Music lança novas playlists focadas na quarentena

Próximo Artigo
Anúncio na Apple Fifth Avenue

Apple informa que lojas nos EUA permanecerão fechadas até maio

Posts Relacionados