Rumor: Xcode poderá finalmente chegar ao iPad

Conceito do Xcode para iPad

Lá nos idos de 2015, nós já comentávamos a possibilidade de o Xcode (ambiente de criação de apps para os sistemas operacionais iOS, iPadOS, macOS, watchOS e tvOS) ser lançado para iPad. A ideia faz muito sentido se levarmos em conta o discurso da empresa, que adora “vender” a ideia de que o seu tablet é, para muita gente, o substituto perfeito para notebooks e desktops.

Publicidade

De fato, o iPad está ganhando cada vez mais relevância: basta ver as novidades introduzidas pelo iPadOS 13.4, que agora aceita ainda mais comandos de teclado e mouse/trackpad, abrindo novas possibilidades para quem de fato quer fazer essa migração.

É claro que já existem muitas ferramentas essenciais disponíveis para iPad, como o Office (da Microsoft), o Photoshop (da Adobe), entre muitas outras. Mas o fato de o Xcode não estar disponível no iPadOS chega a ser contraditório justamente por ir contra todo esse desejo da Apple de transformar o iPad no “novo computador”. Mas essa ausência significativa pode estar com os dias contados!

O leaker Jon Prosser, que vem causando certa dor de cabeça na Apple recentemente por divulgar alguns planos da empresa, disse que o Xcode está presente no iOS/iPadOS 14, e que suas implicações — caso realmente ele seja lançado — serão enormes, abrindo portas para aplicativos “profissionais” (como o Final Cut Pro) de fato migrarem para o iPad.

Além de abrir esse caminho, o Xcode para iPadOS permitiria, pela primeira vez, que desenvolvedores criassem aplicativos em dispositivos móveis, uma vez que hoje isso só é possível usando um Mac.

Para Rene Ritchie (ex-editor do iMore), a ideia de apps profissionais no iPad gera dois problemas: saber exatamente o que faz sentido em termos de funcionalidade e interatividade no tablet (desafio que a Adobe está tendo com o Photoshop) e o limite de RAM1 (o iPad Pro tem 6GB, enquanto que Macs começam em 8GB, mas podem ser configurados com 16GB, 32GB, 64GB…).

Mas o próprio exemplo de Ritchie, de que a Adobe levou o Photoshop — e já prometeu o Illustrator — para o iPadOS, mostra que isso tudo é perfeitamente possível, não é mesmo? Sem falar em outros apps poderosos como Pixelmator, Affinity Photo, Affinity Designer, etc., que ajudam a tornar o iPad um dispositivo cada vez mais profissional.

Indícios do Xcode no iOS/iPadOS não são algo essencialmente novo. O desenvolvedor Steve Moser, por exemplo, comentou que um aplicativo oculto chamado Xcode Preview está presente no iOS 13. Trata-se de um app complementar, para mostrar visualizações de layout no dispositivo a partir do aplicativo Xcode para macOS.

O desenvolvedor Alen Sunny Stephen também seguiu essa mesma linha de raciocínio, que foi rebatida por Prosser. Ele afirmou que “sabe mais do que mostrou” e que, se está comentando, é porque tem certeza do que diz. 🤷🏻‍♂️

Atualmente, tudo o que temos no iPad é a possibilidade de “brincar” com o app Swift Playgrounds (para aprender e começar a programar).

Conceito do Xcode no iPad

E como poderia ser esse Xcode para iPad? Caso isso realmente aconteça, a interface do Xcode precisa ser repensada. É claro que agora iPadOS suporta teclados, mouses e trackpads, mas a interação principal com o tablet (toques e gestos) não pode ser simplesmente ignorada.

Pensando nisso, o designer Parker Ortolani criou esse belo conceito que traz botões e menus maiores, mas que não fogem da essência do que conhecemos hoje no Xcode para macOS (código no centro e lista com todos os arquivos de projeto na barra lateral, com direito a visualização em tempo real dos aplicativos SwiftUI).

Uma parte muito legal disso tudo é que desenvolvedores poderiam testar imediatamente todas as suas criações para iOS diretamente no iPad, sem a necessidade de executá-los em um simulador — como acontece hoje no macOS. Parker também imaginou como as ferramentas de depuração e o console ficariam no Xcode para iPad.

Para completar, caso o Xcode rode em iPads que não a versão Pro, isso abriria uma porta interessante para a Apple já que o preço dos tablets são inferiores aos de Macs — o que poderá chamar mais desenvolvedores para o seu ecossistema.

via iDownloadBlog, 9to5Mac

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…