O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhones expostos em loja da Apple
Hadrian / Shutterstock.com

Nos EUA, iPhone 11 lidera vendas; aparelhos estão durando mais nas mãos de usuários

Será que o novo iPhone SE vai abalar essa distribuição?

Mais um trimestre chegou ao fim recentemente — e, com ele, chegaram os números mais recentes sobre vendas, uso e tendências em todo o mundo dos dispositivos eletrônicos. Nesta semana, a Consumer Intelligence Research Partners (CIRP) divulgou uma dessas análises [PDF], referente apenas a usuários dos Estados Unidos.

Publicidade

A firma de pesquisa deu uma boa olhada nas vendas de iPhones durante o trimestre fiscal do último mês de março, comparando-as com os resultados da Maçã no mesmo período de 2019. Ao analisar o “mix” do interesse dos consumidores, nenhuma surpresa: o iPhone 11 foi o grande campeão de vendas, representando 37% do total no período.

Com isso, não há mais dúvidas de que o iPhone 11 tomou a coroa do iPhone XR como “menina dos olhos” para os consumidores americanos: no ano passado, o XR tinha representado 38% das vendas totais de iPhones no período, mostrando que os usuários realmente gostam da combinação de especificações atualizadas e preço mais em conta.

No período mais recente, o XR permaneceu como o segundo mais vendido no mix de iPhones, com quase 20% da proporção. O iPhone 11 Pro vem logo depois, seguido pelo 11 Pro Max; há, ainda, uma pequena representação dos modelos 8 e 8 Plus.

Publicidade

Naturalmente, essa distribuição deverá mudar consideravelmente com a chegada do novo iPhone SE. O cofundador da CIRP, Josh Lowitz, afirmou o seguinte:

O iPhone 11 é o modelo dominante na linha. Sem surpresas, ele tomou o lugar do iPhone XR como modelo mais popular da família. Os iPhones 11 Pro e 11 Pro Max, mais caros, melhoraram sua fatia em relação aos iPhones XS e XS Max do ano passado. […] O lançamento do novo iPhone SE, mais vantajoso em preço, e a provável morte dos iPhones 8 e 8 Plus, deverá mudar a distribuição e colocar ainda mais ênfase nos modelos recém-lançados no próximo trimestre.

Usuários mantendo iPhones por mais tempo

Ainda na análise da CIRP, vale destacar esse gráfico mostrando a idade média dos iPhones anteriores de usuários que acabaram de adquirir um dispositivo novo:

Aqui, a atenção principal está na barrinha roxa, que representa iPhones com três anos ou mais: ela vem crescendo continuamente ao longo dos últimos cinco anos, mostrando que os consumidores estão, cada vez mais, mantendo seus smartphones atuais por mais tempo.

Publicidade

Com o ciclo de trocas expandindo-se rapidamente, claro, os desafios da Apple (e das outras fabricantes) passam a ser outros: oferecer motivos para que os consumidores continuem gastando seu rico dinheirinho entre as trocas, além de dar razões para que eles permaneçam com a marca quando chegar a hora de um aparelho novo. Será que a Maçã consegue?


iPhone 11

Botão - Comprar agora

iPhone 11

de Apple

Preço à vista: a partir de R$ 4.499,10
Preço parcelado: em até 12x de R$ 416,58
Cores: branca, preta, verde, amarela, roxo e (PRODUCT)RED
Capacidades: 64 GB, 128GB ou 256 GB
Lançamento: setembro de 2019

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Render da família do "iPhone 12"

Vídeo mostra renders do suposto "iPhone 12" com recorte menor

Próximo Artigo
Lightroom no iPad

Líder isolada, Apple continua ganhando terreno no mercado de tablets

Posts Relacionados