O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple e Google liberam exemplos de códigos/interfaces da solução de combate ao Coronavírus

Nós últimos dias, tivemos bons avanços no projeto criado pela Apple e pelo Google para monitorar pessoas que possivelmente entrarão em contato com alguma outra infectada pelo novo Coronavírus (COVID-19) — como a liberação da primeira versão do framework para que todos comecem a testar sua implementação.

Publicidade

Hoje, uma nova etapa foi alcançada: ambas as empresas estão fornecendo amostras para desenvolvedores, incluindo alguns exemplos de recursos de UI1 e de códigos. A ideia é mostrar para desenvolvedores e agências de saúde ao redor do mundo como implementar tudo do zero.

As companhias também lançaram novas políticas que desenvolvedores deverão aderir para que seus aplicativos (utilizando o framework, obviamente) sejam aprovados, incluindo:

  • Apps devem obter o consentimento da pessoa para serem usados;
  • Apps devem obter outro consentimento para compartilhar um resultado positivo para a COVID-19;
  • Apps devem coletar a quantidade mínima de dados necessária;
  • Desenvolvedores só podem usar esses dados para o esforço de resposta à COVID-19;
  • Apps não podem acessar serviços de localização;
  • A solução é limitada a um app por país (para que apenas o oficial, do governo, utilize a ferramenta).

Além dessas, há outras regras. Vale notar que a limitação de um app por país pode ser relevada caso o governo em questão adote uma solução mais centrada em estados do que em uma esforço, digamos, federal — mas isso depende de uma conversa e uma suposta aprovação da Apple e do Google.

Publicidade

As autoridades de saúde também poderão exigir que usuários insiram um código exclusivo vinculado ao teste realizado, a fim de ajudar a garantir que eles sejam realmente provenientes de testes verificados e autorizados — e evitando “auto-relatados” ou resultados com base em testes não aprovados por uma autoridade de saúde.

Abaixo, os exemplos de UI liberados pela Apple:

Aos interessados, as novas informações liberadas pela Apple e pelo Google podem ser encontradas aqui e aqui.

Reabertura de loja na Áustria

Mudando de assunto mas continuando no mesmo tema, no fim de semana nós comentamos que a única loja da Apple na Áustria iria reabrir dentro de 1-2 semanas. Hoje, mais detalhes sobre os planos da empresa foram revelados pelo veículo local Heute [Google Tradutor].

Reabertura da loja da Apple na Áustria

A reabertura acontecerá amanhã (terça-feira, 5 de maio), mas cheia de restrições: consumidores precisarão manter uma distância mínima de dois metros, e o horário de funcionamento da loja será temporariamente reduzido (das 11h às 18h). Máscaras deverão ser usadas por todos dentro da loja e a Apple ainda fará verificações de temperatura na porta.

Vale notar que essa é a segunda reabertura de loja da Apple fora da China — a primeira foi na Coreia do Sul.

via TechCrunch, 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Dados de compras online no Gmail

Gmail agora mostra cartões com detalhes de compras online; Google Drive, Microsoft Teams e Mactracker são atualizados

Próximo Artigo
Magic Keyboard do novo MacBook Pro de 13 polegadas visto de cima

Novo MacBook Pro de 13": o que muda, o que permanece igual e o que ficou faltando

Posts Relacionados