Afterburner

A Adobe lançou, nesta semana, novas versões beta dos softwares da suíte Creative Cloud — incluindo o Premiere Pro (14.3.0), que ganhou suporte à placa aceleradora Afterburner, da Apple (apresentada junto ao novo Mac Pro e compatível somente com ele).

Publicidade

De acordo com a desenvolvedora, o app de edição de vídeo suporta, atualmente, apenas a aceleração de projetos em codec ProRes (4444 e 422) com a Afterburner. É importante destacar que, embora o Premiere Pro e o After Effects tenham sido atualizados recentemente com suporte nativo ao ProRES RAW, a aceleração desse codec pela Afterburner ainda não é suportada.

A Adobe também alerta que renderização Metal deve ser selecionada diretamente nos apps — nas versões beta mais recentes, isso já vem por padrão.

  • After Effects (beta): Arquivo » Configurações do projeto » Renderização e efeitos de vídeo » Mercury GPU Acceleration (Metal).
  • Codificador de mídia (beta): Preferências » Geral » Renderização de vídeo » Renderização » Aceleração de GPU do Mercury Playback Engine (Metal) — Recomendado
  • Premiere Pro (beta): Arquivo » Geral » Renderização » Aceleração de GPU do Mercury Playback Engine (Metal) Recomendado

Por fim, a empresa explica que não há como identificar a utilização da placa Afterburner, mas incentiva os donos do novo Mac Pro a compartilharem suas experiências com a renderização de codecs ProRes 4444 e 422 nas últimas betas.

Publicidade

Em março passado, a Apple passou a vender a Afterburner de forma avulsa; no Brasil, a placa aceleradora está disponível pela bagatela de R$20.000.

via MacRumors

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…