O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhone 11

iPhone 11 tomou posto do XR e foi o smartphone mais vendido do mundo no 1º trimestre

Transferência da coroa concluída com (muito) sucesso

Não é novidade para ninguém que o iPhone XR foi um tremendo sucesso: a combinação de especificações de ponta (ou quase) com um preço mais baixo fizeram do aparelho um queridinho do público — e o smartphone mais vendido no mundo em 2019. Agora, o iPhone 11 parece seguir com sucesso os passos do seu antecessor. Muito sucesso.

Publicidade

De acordo com a firma de pesquisa Omdia, o iPhone 11 foi o aparelho mais vendido do mundo no primeiro trimestre de 2020 — com uma distância assustadora em relação ao segundo o colocado, o Samsung Galaxy A51. Foram 19,5 milhões de aparelhos da Maçã despachados no período, quase o triplo em relação aos 6,8 milhões de dispositivos entregues pela sul-coreana.

A Xiaomi pegou as duas posições seguintes com o Redmi Note 8 e o Redmi Note 8 Pro, enquanto a Apple voltou a figurar no ranking nas quinta e sexta colocações — com o próprio iPhone XR, que teve 4,7 milhões de unidades despachadas no período, e com o iPhone 11 Pro Max, com 4,2 milhões. Tivemos, ainda, o iPhone 11 Pro em oitavo lugar na lista, com 3,8 milhões de unidades.

Os números são extremamente positivos para a Maçã — e seriam mesmo caso não estivéssemos num cenário de pandemia global. Para termos ideia, no primeiro trimestre de 2019, o iPhone XR (então líder do segmento) teve 13,6 milhões de unidades despachadas — quase 6 milhões a menos que o desempenho do iPhone 11 no período mais recente.

O diretor de pesquisa de smartphones da Omdia, Jusy Hong, atribuiu o sucesso da Apple à sua estratégia de concentrar as vendas em poucos modelos:

Publicidade

Por mais de cinco anos, mesmo em meio a condições incertas no mercado de smartphones e na economia global, uma coisa permaneceu consistente: a Apple sempre pegou o primeiro ou o segundo lugar no ranking de vendas globais de smartphones da Omdia. O sucesso da Apple é o resultado da sua estratégia de vender relativamente poucos modelos. Isso permite que a empresa foque seus esforços em um número pequeno de produtos que trazem apelo a uma grande quantidade de consumidores, vendendo em volumes extremamente altos.

A avaliação de Hong é pontual: caso a Apple “partisse” a linha de iPhones em mais modelos, certamente dividiria suas vendas de forma mais granular pela lista. Ainda assim, a preferência dos consumidores pelo iPhone 11 será, certamente, motivo de festa em Cupertino — e um sinal do caminho que a Maçã deverá seguir pelos próximos anos.


iPhones 12 (miniatura)
iPhones 12 mini e 12 de Apple Preço à vista: a partir de R$6.299,10
Preço parcelado: em até 12x de R$583,25
Cores: branca, preta, azul, verde e (PRODUCT)RED
Capacidades: 64GB, 128GB ou 256GB
Lançamento: outubro de 2020

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
macOS Catalina num MacBook Pro de frente

Apple libera o macOS Catalina 10.15.5 para todos os usuários [atualizado]

Próximo Artigo
iPhone 11 Pro - Escobar

Irmão de Pablo Escobar processa a Apple e pede US$2,6 bilhões!

Posts Relacionados