À medida que o conteúdo do Apple TV+ se expande, a Maçã continua sua busca interminável por novos conteúdos (e acordos) para sua plataforma de streaming. Há alguns dias, inclusive, comentamos que a companhia estaria adquirindo os direitos de títulos não-originais, uma novidade que ampliará o catálogo do serviço para concorrer diretamente com outras gigantes desse nicho, como a Netflix.

Publicidade

Como veremos a seguir, essa decisão já começou a surtir efeitos: a Apple adquiriu, recentemente, os direitos da série infantil “Fraggle Rock”, originalmente da HBO. A companhia, porém, pretende lançar uma nova versão (reboot) da série original — então, na prática, também serão disponibilizados novos episódios da produção.

Além disso, vamos conferir o novo vídeo de divulgação das produções originais infantis da companhia, como “O Fantasma Escritor” (“Ghostwriter”), “Helpsters”, “Snoopy in Space” e o filme “Aqui Estamos Nós: Notas Sobre Como Viver no Planeta Terra” (“Here We Are: Notes for Living on Planet Earth”).

Por fim, uma nova reportagem indica que o número de assinantes do serviços estagnou, o que provavelmente seria o motivo para a companhia estar correndo atrás de títulos não-originais e novas produções.

“Fraggle Rock”

A Apple adquiriu, recentemente, os direitos de transmissão da série “Fraggle Rock”, como divulgado pela própria companhia.

Atenção criaturinhas — uma nova versão da série vencedora do Emmy #FraggleRock chegará em breve ao Apple TV+. Enquanto isso, acompanhe “Fraggle Rock: Rock On!”

A Maçã já havia comprado os direitos de um pequeno conjunto de episódios do spin-off “Fraggle Rock: Rock On” (já disponíveis no Apple TV+) e agora está trazendo o conjunto completo para sua plataforma. Além do catálogo de episódios da série principal, a Apple também encomendou uma nova versão da produção.

A nova série contará com as estrelas originais, como Gobo, Red, Boober, Mokey, Wembley e Tio Matt, sendo produzida pela Jim Henson Company. Os episódios antigos de “Fraggle Rock”, produzidos entre 1983 e 1987, serão disponibilizados hoje (27/5) no Apple TV+ — marcando o primeiro lançamento não-original da plataforma.

“The Next Generation”

Para divulgar suas produções infantis, a Apple lançou um novo vídeo com suas principais produções voltadas para as crianças, chamado “The Next Generation” (“A Próxima Geração”). Confira-o a seguir:

Séries e filmes originais para inspirar a próxima geração de sonhadores e exploradores. Tudo no Apple TV+.

O vídeo apresenta as séries “O Fantasma Escritor” (“Ghostwriter”), “Helpsters”, “Snoopy no Espaço” (“Snoopy in Space”) e o curta “Aqui Estamos Nós: Notas Sobre Como Viver no Planeta Terra” (“Here We Are: Notes for Living on Planet Earth”).

A divulgação faz parte dos esforços da gigante de Cupertino para aumentar a base de assinantes do Apple TV+, e também alavancar as produções voltadas para crianças em meio à concorrência acirrada de outros serviços de streaming, como o Disney+ e a Netflix, que possuem mais conteúdos desse tipo.

Base de assinantes

Ainda falando sobre assinantes, dados recentes de uma pesquisa da Antenna, divulgada pelo Business Insider1, mostram que o Apple TV+ não está conseguindo aumentar a sua base de usuários durante a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), diferentemente de serviços rivais, como o Hulu e o Disney+, que tiveram um aumento considerável nos números de assinantes.

Segundo estatísticas da firma, o Apple TV+ é o único grande serviço de streaming a não ver um aumento significativo de novos assinantes em meio ao período em que parte da população mundial está ficando mais em casa. A empresa comparou os dados de novas assinaturas de março e abril com os de fevereiro, quando as medidas contra o Coronavírus ainda não haviam sido implementadas ao redor do mundo.

Publicidade

Apesar da estagnação do número de novos assinantes, os usuários existentes estão aproveitando mais a programação da Apple. A Parrot Analytics, que rastreia a demanda do público, viu um interesse crescente nas produções do Apple TV+, com o chamado “compartilhamento de demanda” aumentando cerca de 10% entre os concorrentes a partir de março, e destaque para a série “Defending Jacob” (“Em Defesa de Jacob”).

O impacto da pandemia na demanda do público certamente ajudou o Apple TV+ até agora. “Defending Jacob” tem sido um sucesso de destaque no serviço.

A Maçã ainda não divulgou os números oficiais de assinantes do Apple TV+, mas a Bloomberg informou, na semana passada, que a plataforma havia alcançado 10 milhões de inscrições em fevereiro. Por outro lado, o Disney+ alcançou esse número de assinantes em apenas dez dias, chegando a 50 milhões de usuários em abril.

via 9to5Mac, MacRumors, AppleInsider

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…