O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Tim Cook publica carta sobre racismo no site da Apple

No começo desta semana, vimos que a Apple foi obrigada a fechar inúmeras lojas nos Estados Unidos em meio a protestos antirracismo iniciados após a morte de George Floyd.

Publicidade

Desde então, várias dessas localidades continuam fechadas e muitas delas — as situadas em locais mais centrais, onde estão ocorrendo protestos (e atos de vandalismo não-relacionados) — foram protegidas com barricadas de madeira para evitar danos e furtos.

Essas próprias barricadas, por sinal, estão sendo exploradas por manifestantes de uma forma muito legal. O 9to5Mac fez uma compilação de tweets com fotos:

A Apple Store ganhou um pouco mais de cor. #Portland
Aprendi uma coisa ou duas com meus filhos hoje e com a juventude #Naperville. Eles estão insatisfeitos esperando uma mudança ou o reconhecimento da injustiça, estão fazendo isso. Estou aprendendo muito, na verdade.
Minha loja @Apple local, com barricada para se proteger de saqueadores, mas criando uma tela para #protesto #pacífico ~ #PaloAlto #GeorgeFloyd #BlackLivesMatter

Na matéria anterior, já tínhamos traduzido uma carta que o CEO Tim Cook enviou a todos os empregados da Apple. Hoje, ele publicou uma versão diferente na página inicial do site da companhia.

Novamente, eis a tradução integral do MacMagazine:

Falando sobre racismo

No momento, há uma dor profundamente gravada na alma de nossa nação e no coração de milhões. Para nos unirmos, precisamos nos defender e reconhecer o medo, a mágoa e a indignação provocados pela morte sem sentido de George Floyd e uma história muito mais longa de racismo.

Esse passado doloroso ainda está presente hoje — não apenas na forma de violência, mas na experiência cotidiana de discriminação profundamente enraizada. Vemos isso em nosso sistema de justiça criminal, no número desproporcional de doenças nas comunidades Black e Brown, nas desigualdades nos serviços de vizinhança e na educação que nossos filhos recebem.

Embora nossas leis tenham mudado, a realidade é que suas proteções ainda não são aplicadas universalmente. Temos visto progresso desde a América onde cresci, mas é igualmente verdade que as comunidades de cor continuam sofrendo discriminação e trauma.

Já ouvi tantas pessoas dizerem que sentem medo — medo em suas comunidades, medo em suas vidas diárias e, mais cruelmente, medo em sua própria pele. Não podemos ter uma sociedade digna de comemoração, a menos que possamos garantir a liberdade do medo para todas as pessoas que dão a este país amor, trabalho e vida.

Na Apple, nossa missão sempre foi e sempre será criar tecnologias que permitam às pessoas mudar o mundo para melhor. Sempre atraímos força da diversidade, recebemos pessoas de todas as esferas da vida em nossas lojas em todo o mundo e nos esforçamos para construir uma Apple que inclua todos.

Mas devemos fazer mais. Comprometemo-nos a continuar nosso trabalho para trazer recursos e tecnologias críticos para os sistemas escolares carentes. Comprometemo-nos a continuar lutando contra as forças da injustiça ambiental — como as mudanças climáticas — que prejudicam desproporcionalmente as comunidades negras e outras comunidades de cor. Comprometemo-nos a olhar para dentro e a impulsionar o progresso em inclusão e diversidade, para que todas as grandes ideias possam ser ouvidas. E estamos doando para organizações como a Equal Justice Initiative, que desafia a injustiça racial e o encarceramento em massa.

Para criar mudanças, precisamos reexaminar nossas próprias visões e ações à luz de uma dor que é sentida profundamente, mas que é frequentemente ignorada. Questões de dignidade humana não permanecerão à margem. Para a comunidade negra — nós os enxergamos. Vocês importam e suas vidas importam.

É um momento em que muitas pessoas podem querer nada mais do que retornar à normalidade ou a um status quo que só é confortável se desviarmos o olhar da injustiça. Por mais difícil que seja admitir, esse desejo é em si um sinal de privilégio. A morte de George Floyd é uma prova chocante e trágica de que devemos almejar muito mais do que um futuro “normal” e construir um que atenda aos mais altos ideais de igualdade e justiça.

Nas palavras de Martin Luther King: “Toda sociedade tem seus protetores do status quo e suas fraternidades dos indiferentes, notórios por dormirem durante as revoluções. Hoje, nossa própria sobrevivência depende de nossa capacidade de permanecermos acordados, de ajustarmos novas ideias, permanecermos vigilantes e enfrentarmos o desafio da mudança.”

A cada ar que respiramos, devemos nos comprometer a ser essa mudança e a criar um mundo melhor e mais justo para todos.

Boa, Tim. 🖤

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
App Open Bar! para iOS

Promoções do dia na App Store: Open Bar!, FoodyLife, popCalendar, Boom 3D e mais!

Próximo Artigo
SmartGym 5

App SmartGym 5 é lançado com foco em treinamentos inteligentes

Posts Relacionados