O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Imagem: Cansu Dalkilic, dos fóruns da iFixit
MacBook Pro com linhas horizontais na tela

Alguns modelos de MacBooks Pro estão apresentando problema de linhas horizontais na tela

A Apple ainda não se pronunciou sobre o caso, entretanto

E lá vamos nós para mais um problema que, infelizmente, tem acometido um número significativo de usuários da Maçã. Donos de MacBooks Pro estão — há quase dois anos(!) — relatando o surgimento de linhas horizontais e outros problemas relacionados às telas dos seus computadores; até o momento, entretanto, a Apple não se pronunciou sobre a questão.

Publicidade

A primeira notícia do problema surgiu nos fóruns da iFixit em agosto de 2018, relatado pelo dono de um MacBook Pro de 13 polegadas (2016, modelo Retina). Vários outros usuários afirmaram sofrer com problemas semelhantes.

A questão foi replicada, então, no nosso MM Fórum pela primeira vez em abril de 2019 — e, novamente, respondida por vários outros usuários sofrendo do problema. Os modelos afetados são sempre MacBooks Pro, mas os tamanhos e modelos variam: há casos de máquinas de 2015 e relatos também dos novos MacBooks Pro de 16 polegadas, indicando que a falha pode ter um alcance relativamente amplo.

A “onda” de usuários acometidos pelo problema voltou a surgir recentemente, quando nosso honorável editor-chefe, Rafael Fischmann, postou seu relato no seu Twitter — e recebeu dezenas de respostas de pessoas sofrendo com efeitos semelhantes.

Até o momento, ninguém sabe ao certo qual a causa das linhas horizontais e dos “efeitos estranhos” nas telas, mas a maioria dos usuários afetados consegue mitigar tudo colocando o MacBook Pro em frente a um ar-condicionado — o que sugere um problema de superaquecimento no painel ou em algum componente ligado a ele.

Alguns usuários, com máquinas já fora da garantia, tentaram levar seus MacBooks à Apple e obter um conserto dentro do programa de reparo a máquinas afetadas pelo “flexgate”; a empresa, entretanto, negou o serviço gratuito, afirmando que o problema era distinto e o conserto seria cobrado normalmente — um valor que gira entre R$2 mil e R$4 mil, dependendo do modelo, pela substituição completa da tela.

Como dito acima, a Apple ainda não se pronunciou sobre essa possível falha, então não há, a princípio, uma forma de resolver a questão sem gastar uma cacetada de dinheiro. Uma boa linha de ação, no momento, é acessar essa página de feedback da Maçã e relatar o seu problema — de preferência em inglês, já que a página é do site americano da empresa (use o Google Tradutor, se necessário).

Caso a empresa receba relatos suficientes, com sorte uma investigação sobre o problema será lançada. Torçamos.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Produtos Apple (sistema operacionais em versão beta)

De novo: iOS 13.5.5 vira 13.6 e chega à sua segunda versão beta [atualizado 4x]

Próximo Artigo
Chip de 7 nanômetros

Parceira da Apple já se prepara para fabricar chips "A16" de 3 nanômetros

Posts Relacionados