A14

É, pessoal, parece que a hora chegou.

Publicidade

Anos depois dos primeiros rumores que apontavam a possibilidade de a Apple abandonar os processadores Intel na linha de Macs em prol de chips próprios, baseados na arquitetura ARM, é bem possível que vejamos o anúncio oficial dessa novidade daqui a poucas semanas, na keynote de abertura da Worldwide Developers Conference (WWDC) 2020.

É o que aposta a Bloomberg numa reportagem de hoje1, cujas fontes acreditam que o anúncio antecipado será feito para dar tempo para que desenvolvedores adaptem seus apps. Os primeiros Macs com esses novos chips chegarão apenas em 2021, segundo eles, e o primeiro terá um processador baseado no “A14” que deverá equipar os iPhones deste ano.

Ainda não se sabe exatamente qual será o primeiro modelo de Mac equipado com um chip próprio, mas a matéria afirma que todos serão fabricados pela Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. (TSMC) num moderno processo de apenas 5 nanômetros.

Publicidade

Há grandes expectativas em torno de ganhos de performance e eficiência energética com esses chips. Segundo a Bloomberg, a Apple tem protótipos de Macs desde 2018 rodando chips próprios baseados no processador do iPad Pro, e os resultados têm sido bem positivos.

Essa será a terceira grande transição de chips na história dos Macs. A primeira foi no início da década de 1990, quando a Apple migrou de processadores Motorola para PowerPC; a última, mais recente, ocorreu a partir de 2005 com a migração para os atuais chips Intel. Estes, porém, têm demorado a evoluir — o que estimulou esse projeto interno na Apple, de codinome “Kalamata”, liderado pelo executivo Johny Srouji.

A Bloomberg aponta que a pandemia do novo Coronavírus pode, é claro, ter afetado os planos da Apple. Então ainda há chances de a coisa ainda não ser anunciada na WWDC20, embora o plano da Maçã era de que sim, essa seria/será talvez a grande novidade do evento. Veremos.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…