App Store ajudou comércio a faturar mais de US$500 bilhões em 2019

Estudo sobre a App Store - 2019

Que o ecossistema da App Store beneficia o comércio como um todo, não é novidade — afinal, se hoje em dia é possível usar chamar um Uber, pedir comida pelo iFood, fazer pagamento pelo WhatsApp… isso se deve em grande parte à solução móvel criada pela Apple. Mas você tem ideia de quanto (em dólares) esse ecossistema da App Store representa nessa conta?

Publicidade

A empresa compartilhou hoje um estudo feito por economistas independentes do Analysis Group, o qual indicou que o ecossistema da App Store ajudou o comércio como um todo a faturar US$519 bilhões em 2019. Ainda segundo o estudo, as categorias de maior valor foram as de apps de comércio mobile, bens e serviços digitais, além de publicidade.

Estudo sobre a App Store - 2019

A Apple fez questão de lembrar no comunicado que os pagamentos diretos feitos em apps são apenas uma fração do total quando levadas em consideração as vendas de outras fontes, como bens e serviços físicos. Como a empresa recebe apenas uma comissão (de 15% ou 30%) do faturamento associado a bens e serviços digitais, mais de 85% desse total de US$519 bilhões ficaram nas mãos de desenvolvedores e empresas.

A App Store é um lugar onde inovadores e sonhadores podem dar vida às suas ideias, e os usuários podem encontrar ferramentas seguras e confiáveis ​​para melhorar suas vidas. Em um momento desafiador e instável, a App Store oferece oportunidades duradouras para empreendedorismo, saúde e bem-estar, educação e criação de empregos, ajudando as pessoas a se adaptarem rapidamente a um mundo em mudança. Estamos comprometidos em fazer ainda mais para apoiar e nutrir a comunidade global da App Store — desde desenvolvedores sozinhos vendendo em quase todos os países, até empresas que empregam milhares de trabalhadores —, enquanto ela continua promovendo inovação, criando empregos e impulsionando o crescimento econômico para o futuro.

Tim Cook, CEO da Apple
Estudo sobre a App Store - 2019

Dos US$519 bilhões que o ecossistema da App Store ajudou a gerar em 2019, o estudo constatou que as vendas de bens e serviços físicos representaram a maior parte, totalizando US$413 bilhões. Dentro dessa categoria, aplicativos de comércio móvel geraram a maioria das vendas e, dessas, o varejo (lojas, mercados, etc.) foi o maior, com US$268 bilhões.

Estudo sobre a App Store - 2019

Apps de viagem foram responsáveis por US$57 bilhões; de transportes, US$40 bilhões; os de entregas de alimentos, US$31 bilhões; bens e serviços digitais (streaming de música e vídeo, fitness, educação, ebooks e audiolivros, notícias e revistas, serviços de namoro, entre outros) totalizaram US$61 bilhões; já os jogos (categoria mais baixada em 2019) foram os que geraram mais faturamento/vendas dentro da categoria bens e serviços digitais; vendas de publicidade em apps geraram US$45 bilhões, sendo 44% gerados em jogos.

Estudo sobre a App Store - 2019

Vale notar que os dados são de 2019, então eles não foram afetados pela pandemia do novo Coronavírus (COVID-19). Aos interessados, o estudo completo pode ser lido aqui [PDF].

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…