Anúncio na Apple Fifth Avenue

Algumas regiões dos Estados Unidos se mantêm reféns da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), onde quase 2,5 milhões de pessoas já foram contaminadas — segundo dados do Worldometer.

Publicidade

Justamente por isso, alguns locais onde a Apple já havia reaberto suas lojas precisaram ser fechados novamente devido a um novo pico de contaminações, como veremos a seguir.

Além disso, do lado de cá do continente americano, o Uruguai lançou um novo app de alerta de exposição que conta com a API1 desenvolvida pela Apple e pelo Google.

Apple Stores nos EUA

Passadas algumas semanas do início da pandemia, a chefe de varejo e pessoas da Apple, Deirdre O’Brien, afirmou que a companhia estaria constantemente analisando a evolução do número de casos nas regiões onde possui lojas para avaliar o melhor momento de reabrir (ou não) suas portas.

Nos EUA, essa análise já levou à reabertura de várias lojas pelo país — porém, algumas delas voltaram a fechar devido a um novo pico de casos.

Publicidade

Nesse sentido, a Apple fechará hoje as seguintes lojas localizadas no Texas: Highland Village, First Colony Mall, Houston Galleria, Memorial City, Willowbrook Mall, Baybrook e The Woodlands.

Na semana passada, a Apple havia fechado suas unidades no Arizona, na Carolina do Norte, na Carolina do Sul e na Flórida devido ao aumento de casos de COVID-19 nessas regiões, sem previsão de quando essas lojas poderão reabrir.

Publicidade

Enquanto isso, a partir desta semana, diversas outras lojas da Maçã reabrem nos EUA e no Canadá. Os locais que voltarão a receber clientes incluem lojas nos seguintes estados americanos: Colorado, Illinois, Maryland, Minnesota, Rhode Island, Virgínia e Wisconsin, além das províncias canadenses de Ontário e Quebec.

Globalmente, a Apple já iniciou a reabertura de lojas em todas as regiões onde opera, exceto no Brasil e no México.

App de alerta de exposição do Uruguai

O governo do Uruguai lançou recentemente seu primeiro app oficial sobre o novo Coronavírus, o qual incorpora a tecnologia de alerta de exposição criada pela Apple e pelo Google.


Ícone do app Coronavirus UY

Coronavirus UY

de AGESIC

Compatível com iPhones
Versão 4.2 (105.7 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
Screenshot do app Coronavirus UYScreenshot do app Coronavirus UYScreenshot do app Coronavirus UYScreenshot do app Coronavirus UY

Pela contribuição, o CEO2 da Maçã, Tim Cook, enviou uma carta ao presidente do Uruguai, Luis Alberto Lacalle Pou, celebrando o lançamento do app — a qual foi republicada no Twitter:

Compartilhamos uma distinção que orgulha o povo uruguaio e, principalmente, os profissionais que colocam o Uruguai na vanguarda dos países da América em questões tecnológicas. Obrigado @tim_cook pela contribuição que a @apple, junto ao @google, fornecem à comunidade global.

Diversos países na Europa e na Ásia já adotaram ou estão em vias de implantar a API em seus apps sobre o Coronavírus; no Brasil, o app Coronavírus – SUS não incorporou a tecnologia e nem deu sinais de que fará isso.

Atualização, por Rafael Fischmann 25/06/2020 às 15:50

E outras 14 Apple Stores serão novamente fechadas na Flórida a partir de amanhã, segundo noticiou Mark Gurman. Infelizmente a coisa não está nada boa…

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…