O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Windows 10 no MacBook Pro
MacExpertGuide

Apple lança ferramenta para desenvolvedores compilarem jogos em Metal no Windows

Não é a salvação definitiva, mas um quebra-galho interessante

Com a transição dos Macs para o Apple Silicon, a questão de jogos no macOS torna-se ainda mais incerta: há muito tempo, o Mac já come poeira dos PCs quando a questão é biblioteca e disponibilidade de títulos; com os futuros chips da própria Maçã, não é difícil imaginar uma debandada ainda maior das desenvolvedoras. Bom… ao menos a Apple está se mexendo.

Publicidade

No fim de semana, a gigante liberou a ferramenta Metal Developer Tools para Windows, permitindo que desenvolvedores compilem jogos desenvolvidos em PCs com a Metal Shading Language (MSL).

Em outras palavras, estúdios e desenvolvedores baseados no Windows poderão reduzir o trabalho de portar seus jogos para o macOS: com a ferramenta, é possível compilar shaders (as funções utilizadas para construir os elementos visuais do jogo) para a API Metal, da Apple, diretamente no Windows.

Desta forma, uma etapa no processo de levar um determinado jogo ao Mac é eliminada. Colateralmente, isso facilita também que o título seja levado às demais plataformas da Apple, como o iOS/iPadOS e o tvOS. O YouTuber Max Tech compartilhou um vídeo interessante sobre o assunto:

Naturalmente, nada disso significa que desenvolvedores poderão levar seus jogos para o macOS em um clique — como explicado acima, a novidade elimina apenas um passo no processo de adaptação. Ainda assim, a movimentação mostra que a Apple está interessada em manter os desenvolvedores munidos de ferramentas, seja lá em qual plataforma eles trabalhem.

Isso é bom, não é mesmo?

dica do Thomas Schleyer

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Jake Gyllenhaal e Gustav Möller

Apple TV+ ganhará adaptação de "Snow Blind" com Jake Gyllenhaal; novo vídeo de "Greyhound" e mais

Próximo Artigo
iPhone XS Max inclinado sobre um fundo preto

Apple pagou US$950 milhões à Samsung por não atingir meta de pedidos de telas OLED

Posts Relacionados