Com 38 bilhões de downloads, App Store e Google Play tiveram o maior trimestre da história Alguém consegue adivinhar o campeão de popularidade?

App Store

Ainda que o novo Coronavírus (COVID-19) esteja devastando diversos setores da economia, alguns estão passando incólumes pela pandemia — ou até mesmo aproveitando-se do período de isolamento social para obter recordes de números. É o caso das lojas de aplicativos, como trouxe a Sensor Tower.

Publicidade

De acordo com o último levantamento da empresa, a App Store e o Google Play bateram os recordes de downloads no segundo trimestre de 2020: foram nada menos que 37,8 bilhões de apps baixados no período, com crescimento particular das categorias de negócios, saúde e educação.

Dados da Sensor Tower sobre lojas de aplicativos, Q2 2020
Categorias que cresceram e diminuíram no segundo trimestre

O grande campeão do trimestre, claro, foi o Zoom: mesmo com todas as controvérsias em torno da sua segurança, o aplicativo de videoconferências tornou-se o terceiro na história a atingir 300 milhões de downloads em um trimestre — antes dele, apenas o TikTok e o jogo Pokémon GO tinham chegado a essa marca.

Dados da Sensor Tower sobre lojas de aplicativos, Q2 2020
Aplicativos mais baixados globalmente na App Store

A App Store cresceu 22,6% na comparação ano a ano e chegou a 9,1 bilhões de downloads, enquanto o Google Play deu um salto de 34,9% e registrou 28,7 bilhões de aplicativos baixados. Vale lembrar, entretanto, que a loja da Maçã ainda sobrepõe-se com folga em relação à concorrente quando o assunto é receita: como comentamos recentemente, a App Store lucrou quase o dobro em relação à loja do Google no primeiro semestre deste ano.

Outro dado interessante a ser observado no relatório da Sensor Tower é que, pela primeira vez em seis anos, os Estados Unidos ficaram acima da China no número total de downloads registrados nas lojas de aplicativos. Foram mais de 2,2 bilhões de downloads, clara consequência dos efeitos do isolamento social no país da América do Norte — a China, por outro lado, já está reestabelecendo a normalidade há alguns meses.

Publicidade

Será que a tendência se manterá nos próximos meses? Vamos acompanhar.

via iMore

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários