Novo SE conquistou 20% das vendas de iPhones no último trimestre fiscal dos EUA Cumprindo exatamente o seu papel

iPhone SE

Com o lançamento do novo iPhone SE, o mundo passou a se perguntar como a proposta da Apple se comportaria no mercado: os iPhones 11 e 11 Pro já podem ser considerados um sucesso, então a chegada de um novo modelo — com formato antigo, mas especificações quase iguais — bem mais barato poderia canibalizar as vendas dos aparelhos do ano passado… ou, por outro lado, passar despercebido pelos consumidores. Bom: segundo a Consumer Intelligence Research Partners (CIRP), nenhuma das duas coisas aconteceu [PDF].

Publicidade

No levantamento mais recente da firma, referente às vendas nos Estados Unidos no trimestre fiscal encerrado agora em junho, o novo SE abocanhou 20% das vendas totais de iPhones. O número é respeitável, mas ainda está bem abaixo dos da família do iPhone 11 — que, em conjunto, representou nada menos que 65% das vendas (com uma divisão quase igual entre o 11 e os 11 Pro/11 Pro Max).

A comparação com o mesmo período do ano passado fica difícil, uma vez que não tínhamos um aparelho equivalente ao novo iPhone SE no trimestre fiscal encerrado em junho passado. De qualquer forma, é interessante notar que, àquela época, o iPhone XR dominou brutalmente as vendas da linha, indicando um desinteresse do público nos modelos mais caros; em 2020, a situação é muito mais equilibrada, com mais gente tirando US$1 mil (ou mais) das carteiras e bolsas para adquirir os iPhones 11 Pro [Max].

Segundo a CIRP, o novo iPhone SE cumpriu exatamente o papel pensado pela Apple nos seus primeiros meses de vida: incentivar donos de iPhones antigos, ainda incertos se deveriam trocar seus aparelhos, a seguir com a Maçã sem fazer um investimento drástico. Segundo os dados da firma, 73% dos donos de iPhones com três anos ou mais deverão fazer o upgrade para o novo SE.

Publicidade

Com isso, mais consumidores se mantêm no jardim cercado de Cupertino, e o aparelho mais barato não canibaliza as vendas dos mais caros — que trazem muito mais lucro para a empresa. Bom para a Maçã, não é?


iPhone SE

de Apple

Preço à vista: a partir de R$3.329,10
Preço parcelado: em até 12x de R$308,25
Cores: preta, branca ou (PRODUCT)RED
Capacidades: 64GB, 128GB ou 256GB
Lançamento: abril de 2020

Botão - Comprar agora

via Apple World Today

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…