Presidente da Microsoft expressa preocupações sobre a gestão da App Store Quem te viu, quem te vê, hein?

Já comentamos aqui que, na próxima segunda-feira (27/7), Tim Cook e outros figurões da área tecnológica testemunharão em um inquérito do Senado dos Estados Unidos que investirá acusações de monopólio contra a Apple, a Amazon, a Alphabet/Google e o Facebook — os depoimentos serão transmitidos ao vivo, inclusive.

Publicidade

A Microsoft não está envolvida diretamente no imbróglio, mas nem por isso deixou de dar o seu testemunho no caso: como trouxe o The Information1, o presidente da empresa, Brad Smith, deu sua declaração perante o comitê algumas semanas atrás para trazer a visão da Microsoft — tanto como uma potencial figura afetada pelas práticas monopolistas quanto por já ter estado na mesma pele da Apple e companhia anteriormente.

Em declaração por videoconferência, Smith mostrou-se preocupado com a forma que a Apple gere a App Store. De acordo com a reportagem, ele pediu que os reguladores do Senado dos EUA analisem com cuidado as regras impostas pela Maçã para a loja de aplicativos — regras, segundo Smith, muito mais restritivas do que aquelas praticadas pela Microsoft nos anos 1990, quando a empresa esteve imersa em várias acusações de prática de monopólio.

O executivo citou a “arbitrariedade das práticas da Apple na aprovação de aplicativos”, além de criticar a exigência da Maçã de que desenvolvedores utilizem o seu sistema de pagamentos — e a sua tarifa, portanto — para que os aplicativos gerem receitas com assinaturas e compras internas.

Publicidade

Essa não é a primeira vez que Smith se pronuncia sobre o assunto: no mês passado, ele afirmou que era necessário construir uma conversa mais “focada” acerca da natureza das lojas de aplicativos — ou, em outras palavras, rever as regras sobre essas lojas e as tarifas aplicadas em cima dos desenvolvedores.

Agora, vamos esperar o que Cook e seus colegas terão a dizer no depoimento da próxima segunda-feira. Essa história vai ser boa de se acompanhar.

via AppleInsider

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…