O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Coronavírus: API da Apple e do Google recebe melhorias para facilitar colaboração entre países

Confira todos os países que já estão usando a tecnologia

Falamos agora há pouco sobre a atualização do aplicativo Coronavírus – SUS, que trouxe ao Brasil o alerta de exposição à COVID-19 integrado à API da Apple e do Google.

Publicidade

Pois veja como a vida é cheia de coincidências: hoje mesmo, a gigante de Mountain View anunciou que a API foi atualizada com algumas melhorias bem interessantes. Os novos recursos foram desenvolvidos de acordo com o feedback recebido pelas empresas dos países que já adotaram a tecnologia, o que potencialmente permite que sua funcionalidade torne-se ainda mais valiosa para o mundo.

Como destaque, a nova versão da API traz a possibilidade de colaboração entre países. Não há muitos detalhes sobre como essa colaboração será realizada, mas presume-se que países que adotaram a API poderão, agora, compartilhar dados entre si para ajudar em pesquisas e no desenvolvimento de tratamentos, como a tão aguardada vacina.

Além disso, autoridades de saúde agora poderão, com base em dados da API, determinar com maior flexibilidade o nível de risco de contaminação em cada contato. Os valores de calibração do Bluetooth, por sua vez, foram atualizados para tornar o rastreamento mais preciso.

Publicidade

Por fim, órgãos e usuários terão acesso a mais ferramentas e transparência: desenvolvedores receberão mais ferramentas de debugging, e os apps terão opções mais claras para ligar e desligar o recurso. No Android, por exemplo, o sistema enviará notificações periódicas ao usuário lembrando-o de que o rastreamento está ligado — não sabemos se o iOS seguirá o mesmo caminho, entretanto.

O blog iPhone in Canada fez uma lista de todos os países que já adotaram ou estão para adotar a API da Apple e do Google:

  • Alemanha
  • Arábia Saudita
  • Austrália (em desenvolvimento)
  • Áustria
  • Brasil
  • Brunei
  • Canadá
  • Croácia (em desenvolvimento)
  • Dinamarca
  • Espanha
  • Equador (em desenvolvimento)
  • Estônia (em desenvolvimento)
  • Filipinas
  • Finlândia (em desenvolvimento)
  • Gibraltar
  • Irlanda
  • Irlanda do Norte (em desenvolvimento)
  • Itália
  • Japão
  • Letônia
  • Malta (em desenvolvimento)
  • México
  • Países Baixos (em desenvolvimento)
  • Polônia
  • Portugal (em desenvolvimento)
  • Quênia (em desenvolvimento)
  • Reino Unido
  • Suíça
  • Uruguai

O caso dos Estados Unidos é curioso. Ao contrário dos demais países, o desenvolvimento dos apps integrados à API por lá é responsabilidade de cada estado; até agora, entretanto, nenhuma unidade da federação lançou seu aplicativo. De acordo com o Google, 20 estados estão “explorando” o uso da tecnologia, e os primeiros apps integrados a ela deverão chegar nas próximas semanas.

Publicidade

Tomara que a coisa ande rápido — e para nós, brasileiros, fica a tarefa de disseminar ao máximo o uso do Coronavírus – SUS, já que o aplicativo só terá alguma efetividade se um bom número de pessoas tiver conhecimento dele.

via TechCrunch

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Cortana

Microsoft desligará apps da Cortana para iOS e Android

Próximo Artigo
Tim Cook

Valor de mercado da Apple sobe quase R$1 trilhão de ontem para hoje

Posts Relacionados