O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Novos headphones sem fio da Sony trazem conexão dupla e cancelamento de ruídos ainda melhor

O preço e o design mantêm-se inalterados
Sony WH-1000XM4

A Sony é amplamente considerada uma das grandes fabricantes de headphones e fones de ouvido no mundo, e hoje a gigante japonesa apresentou a nova versão de uma das suas mais célebres criações: o WH-1000XM4, modelo atualizado dos seus headphones over-ear com algumas melhorias bem interessantes.

Publicidade

Para início de conversa, os fones contam com um sistema de cancelamento de ruídos atualizado, com dois microfones que analisam a música em reprodução e os sons ambientes 700 vezes por segundo; com isso, o algoritmo (que foi atualizado) está ainda melhor no cancelamento, especialmente ao abafar vozes e sons ambiente. Considerando que estamos falando da Sony, uma das melhores na área, as promessas são bem interessantes.

Sony WH-1000XM4

Temos ainda a opção de conectar até dois dispositivos simultaneamente, e alguns benefícios extras: um recurso que diminui o volume da reprodução quando você começa a falar, detecção automática quando você tira os fones da cabeça e reprodução adaptativa de acordo com o seu ambiente. Os headphones podem se conectar à Alexa e ao Google Assistente, e têm bateria de 30 horas em uso normal (com 5 horas de uso após 10 minutos de recarga).

Os drivers do fone são os mesmos do WH-1000XM3, mas a qualidade sonora tem potencial de ser ainda melhor por alguns recursos extras — por exemplo, uma ferramenta inteligente que “compensa” a qualidade de áudio perdida pela compressão do arquivos. Temos, por fim, suporte a áudio 360º.

Publicidade

Os WH-1000XM4 já estão em pré-venda em revendedores autorizados por US$350, mesmo valor dos seus antecessores, e serão lançados daqui a algumas semanas. Quem vai?

via TechCrunch

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Rover Pro da OWC

OWC lança kit de rodinhas para o Mac Pro que custa menos de 1/3 que o da Apple

Próximo Artigo
iMac de 27", modelo 2020

CPU do novo iMac de 27" é 20% mais rápida que a do modelo anterior

Posts Relacionados