O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Loja da Apple em Chicago é saqueada em meio a tensões civis por violência policial

Nos Estados Unidos, as tensões civis por conta do racismo estrutural e dos casos de violência policial, catalisadas após o assassinato de George Floyd, continuam altíssimas — e, como costuma acontecer em momentos de profunda revolta, uma faísca pode desencadear uma série de explosões.

Publicidade

Foi o que aconteceu ao longo da última noite em Chicago: tudo começou quando a polícia atirou em um homem de 20 anos no fim da tarde de ontem (9/8), em meio a uma suposta troca de tiros. O homem está fora de perigo, mas mensagens em redes sociais logo se espalharam convocando os cidadãos a protestarem porque, de acordo com as mensagens, o homem era na verdade um jovem desarmado de 15 anos — fato posteriormente negado pela prefeita de Chicago, Lori Lightfoot.

O cenário, entretanto, já estava armado: ao longo da noite, a cidade foi tomada por casos de violência, tumulto e confrontos. Não houve um protesto organizado, como vimos nas últimas semanas nas ações do movimento Black Lives Matter, e sim ações individuais ou de pequenos grupos — ou seja, terreno fértil para todo tipo de crime.

Em meio ao tumulto, várias lojas acabaram sendo saqueadas; entre elas, a Apple Lincoln Park, no centro de Chicago. A repórter Sarah Jindra compartilhou filmagens de um dos momentos em que a loja foi invadida:

https://twitter.com/sarahjindra/status/1292759766431936513
Os saques continuam agora pela manhã. Essa é a loja da Apple na Clyburgh com a North sendo invadida novamente por volta das 4h30.

Fotos publicadas pelo usuário Frank Calabrese, no Twitter, mostram o espaço na manhã seguinte — cheio de vidros quebrados e com todos os produtos retirados das suas mesas e prateleiras:

A loja flagship da Apple em Chicago foi saqueada.

Naturalmente, a loja da Maçã não foi a única afetada pelos saqueadores: usuários das redes sociais compartilharam filmagens de vários outros estabelecimentos invadidos ao longo da noite. De acordo com o New York Times, mais de 100 pessoas foram presas nas últimas horas; as pontes para o centro da cidade chegaram a ser levantadas para evitar a chegada de mais pessoas ao local. Dois civis ficaram feridos nos confrontos, mas estão fora de perigo.

Que situação…

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Logo da Apple em loja

Apple cai uma posição no ranking Fortune Global 500 e não é mais a líder do segmento

Próximo Artigo
CarPlay com wallpaper personalizado

Baixe todos os wallpapers que virão com o CarPlay no iOS 14!

Posts Relacionados