O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple bloqueou atualizações do WordPress para iOS por querer 30% de uma receita que não existe [atualizado 2x]

De todos os casos da App Store até agora, esse é o mais inexplicável
Ícone do WordPress

Mais um dia, mais uma acusação de comportamento predatório por conta da Apple e da App Store — hoje, com uma pitada de non-sense jogada na receita.

Publicidade

Explico: o cofundador da plataforma WordPress, Matt Mullenweg, afirmou hoje no Twitter que a Apple bloqueou updates do aplicativo do serviço na App Store, exigindo que a empresa ofereça a venda de domínios e de planos pagos no aplicativo (e compartilhe, portanto, 30% da receita gerada com essas vendas). O problema: o WordPress nunca fez, nem tinha planos de fazê-lo via aplicativo.

Informe sobre o motivo de o @WordPressiOS não estar recebendo atualizações… fomos bloqueados pela App Store. Para liberar novos updates e correções de bugs, nós precisaríamos nos comprometer a oferecer compras internas com planos .com. Eu sei porque isso é problemático e estou aberto a sugestões. Permitir outras compras internas? Novo nome?

Para os não-versados em WordPress, a plataforma tem, digamos, duas versões (ambas de código aberto): o wordpress.org é a sua versão profissional, na qual desenvolvedores e webmasters podem instalar o software em hospedagens e domínios próprios e personalizá-lo ao seu bel prazer. Milhões de websites profissionais, MacMagazine incluso, são baseados nesse software.

Já o wordpress.com é a versão simplificada do serviço, em que blogueiros iniciantes podem iniciar um site em poucos toques/cliques e de forma gratuita; usuários que queiram um domínio próprio (seudominio.com, por exemplo) podem, opcionalmente, comprá-lo na própria plataforma ou fazer o upgrade para planos pagos, com mais armazenamento e opções de personalização e suporte.

Publicidade

O aplicativo do WordPress, embora permita que usuários acessem sites da versão .org, é focado na versão .com: por lá, usuários podem iniciar novos sites rápida e gratuitamente. O app não traz nenhum tipo de compra interna — quem quiser adquirir um domínio ou assinar um plano pago precisa necessariamente fazê-lo pelo site do WordPress.

É aí que entra a pitada non-sense da história: se Mullenweg estiver relatando a história toda (e ele não teria nenhum motivo para não fazê-lo, aparentemente), a Apple obrigou o WordPress a oferecer um serviço que nunca esteve no app do iOS para então cobrar sua taxa de 30% sobre ele.

O caso, claro, atraiu críticas de usuários e profissionais que mantém sites no WordPress. Um deles foi Ben Thompson, do Stratechery:

Eu estou admitidamente confuso sobre o motivo de a Apple negar atualizações para o aplicativo de código aberto, que me permite acessar meu site de código aberto, porque acontece de um usuário do app vender domínios. Aliás, a Apple não ia deixar de segurar updates com correções de bugs?
O WordPress (e o seu app) são de Licença Pública Geral GNU, e os termos e DRM da App Store violam o GNY. Então apenas o dono do copyright pode manter um app para todo o WordPress, seja o auto-hospedado ou o WordPress.com. A Apple, portanto, está mantendo milhões de sites reféns porque quer 30% das vendas de domínios da Automattic [dona do WordPress].

Para que fique claro, o app não vende nada, e por que venderia? É um projeto de código aberto. A Apple está obrigando a adição de uma ferramenta que não tem qualquer razão plausível para existir.

No fim das contas, temos aqui mais um caso que muito provavelmente será usado contra a Apple nos tribunais, seja pela Epic ou por qualquer outra empresa que queira enfrentar a Maçã.

Publicidade

Resta saber se, com a divulgação da história, a empresa voltará atrás nessa exigência. A versão atual do WordPress para iOS, a 15.4, saiu hoje mesmo na App Store — ou seja, dá a entender que a Automattic acatou a exigência da Apple, embora absolutamente nada sobre isso seja citado nas notas de liberação (changelog) do último update. Bem esquisito.


Ícone do app WordPress – Criador de sites
WordPress – Criador de sites de Automattic
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 19.8 (183.2 MB)
Requer o iOS 13.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Atualização, por Eduardo Marques 22/08/2020 às 01:58

O The Verge explicou a confusão sobre a mais recente atualização do aplicativo.

Publicidade

De acordo com eles, Mullenweg tentou dialogar com a Apple e até mesmo solucionar o problema bloqueando as funções do app relacionadas aos planos pagos oferecidos no site (a fim de ficar em conformidade com as regras da loja).

A Maçã, contudo, não aceitou. Ele então desistiu da disputa e combinou que implementará as compras dentro do app em até 30 dias, o que fez a Apple liberar o último update (ainda sem as In-App Purchases).

Atualização II, por Rafael Fischmann 23/08/2020 às 06:55

O caso já foi resolvido.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Teste de bateria do iPhone SE e do OnePlus Nord

iPhone SE perde feio para o OnePlus Nord em teste de bateria

Próximo Artigo
Capa do podcast #386

MacMagazine no Ar #386: briga com a Epic Games, compra de AppleCare+, Itaú financia iPhones, Apple valendo US$2 trilhões e mais!

Posts Relacionados