O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Logo da Apple em loja de Bangkok, na Tailândia
NP27 / Shutterstock.com

Apple propõe investimento de US$84 milhões na Coreia do Sul para resolver investigação antitruste

Há alguns meses, a Comissão de Comércio Justo da Coreia (Korea Fair Trade Commission, ou KFTC), órgão de proteção do consumidor do país, responsabilizou a Apple por abuso de poder após diversas alegações de que a companhia obrigava as empresas de telefonia locais a arcar com reparos de produtos dentro da garantia, bem como os investimentos em materiais publicitários veiculados nos país.

Publicidade

Na época, a KFCT havia definido que a própria Apple deveria propor medidas para “restaurar as práticas de concorrência no comércio local” — as quais foram apresentadas somente recentemente, como visto em uma nova reportagem da Reuters.

Segundo as informações, a Apple propôs um investimento de 100 bilhões de wons (cerca de US$84,2 milhões) no país, além de concordar em remover os termos “injustos” com as operadoras de telefonia móvel da região, segundo a KFCT.

Desse montante, a Apple se comprometeu a oferecer 40 bilhões de wons (~US$33,7 milhões) para construir um centro de pesquisa e desenvolvimento (P&D) para pequenos fabricantes coreanos e cerca de 25 bilhões de wons (~US$21 milhões) para criar uma academia de formação de desenvolvedores (as chamadas Aceleradoras). Outros 25 bilhões de wons serão usados para “aliviar os custos de reparo de produtos dentro da garantia e outros benefícios”.

Publicidade

Como explicamos em junho passado, a KFCT encerrará o caso (e absolverá a Apple) se considerar as soluções propostas “razoáveis” para compensar os danos no comércio local.

Veremos se esse será o caso ou não…

via Gizmochina

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Com o novo vidro Gorilla Glass Victus, Galaxy Note20 Ultra dá um banho no iPhone 11 Pro Max em testes de queda

Próximo Artigo
Criadores da Prepear

Apple leva briga contra startup com logotipo de pera para o Canadá

Posts Relacionados