TSMC se prepara para fabricar chips de 2nm dos “iPhones 16” e revela desempenho do chip “A14”

Chip de 7 nanômetros

A Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC), parceira da Apple na fabricação de chips para iPhones e iPads — e no futuro, Macs —, planeja expandir suas atividades (e suas tecnologias) com a construção de uma nova fábrica para chips de 2 nanômetros, como anunciado pelo vice-presidente sênior de operações da empresa, Mr. Y.P. Chin. As informações são do DigiTimes.

Publicidade

O executivo disse que a fábrica de chips ficará em Hsinchu, cidade ao norte de Taiwan. Embora não haja confirmação de quando os chips de 2nm serão lançados, com base no histórico de produção da TSMC, é provável que eles sejam lançados com o processador “A18” dos “iPhones 16”, os quais poderão ser lançados em 2024.

A fabricante já havia anunciado que a produção e os testes dos chips de 2nm estavam começando. A empresa prevê, ainda, que seus processadores de 3nm sejam lançados em 2022 — com os chips “A16” (no “iPhone 14”).

Nanômetros

O número do nanômetros em uma CPU1 está relacionado a quantos transistores podem caber em um chip — portanto, quanto menor o número, mais transitores cabem por milímetro quadrado.

Os transistores, por sua vez, indicam quantas operações um chip pode realizar; logo, na teoria, quanto menor o número de nanômetros, mais poderoso é o processamento daquele chip.

Performance dos “iPhones 12”

Durante seu simpósio anual de tecnologia, a TSMC deu uma indicação do potencial desempenho dos “iPhone 12” e as melhorias na eficiência de energia que podemos ver nos próximos dispositivos da companhia.

Nesse sentido, é esperado que o chip “A14” se baseie em um processo de 5nm — em comparação ao processo de 7nm usado no A13 Bionic dos iPhones 11. Embora tenhamos visto algumas estimativas com a redução do número de nanômetros, a TSMC divulgou seus próprios números, como visto na tabela abaixo.

Publicidade

Vale notar que a comparação mais relevante nesse momento é entre o N5 (codinome para o processo usado na fabricação dos chips dos “iPhones 12”) e o N7 (usado no processo do chip A13 Bionic).

Potencial do chip "A14"

De acordo com os dados, é provável que o consumo de energia do chip “A14” seja 30% menor que o do A13 Bionic, enquanto o desempenho poderá ser 15% maior — tudo isso pensando somente no hardware, sem contar as otimizações de software que a Apple implementará para aumentar ainda mais sua performance.

via Gizchina, AnandTech

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…