Legisladores britânicos acusam Apple de não levar obrigações ambientais a sério

Apple Park

A Apple foi acusada de “não levar suas obrigações ambientais a sério” no Reino Unido depois de não comparecer perante os legisladores britânicos — particularmente no que diz respeito ao seu compromisso com o lixo eletrônico, de acordo com uma nova reportagem da Bloomberg1.

Publicidade

Segundo informações, o CEO2 da Apple, Tim Cook, foi convidado a comparecer ao Comitê de Auditoria Ambiental da Câmara dos Comuns do Reino Unido (braço do parlamento britânico), mas ele não havia dado nenhuma resposta até o prazo final, no dia 4 de setembro. A Apple foi anteriormente solicitada a apresentar um representante para falar em seu nome, em julho, mas cancelou quase em cima da hora.

A relutância da Apple em responder às perguntas do comitê nos levou a acreditar que suas obrigações ambientais não são levadas a sério.

Esse comitê examina como as políticas e os programas do departamento governamental afetam o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável — e estava averiguando especificamente as ações da Apple para reduzir o índice de lixo eletrônico.

De acordo com o parlamentar Philip Dunne, presidente do comitê, a atitute da Maçã é ainda mais “lastimável” ao considerar os esforços da companhia no combate às mudanças climáticas.

Publicidade

Com mais de 2 bilhões de iPhones vendidos, Dunne disse que as respostas da Apple sobre as medidas que está tomando para minimizar seu impacto ambiental são cruciais.

Um número excessivo de dispositivos eletrônicos que são difíceis ou caros de consertar estimulam a descartabilidade deles.

A Apple ainda não respondeu aos questionamentos sobre o assunto.

via MacRumors

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…