Firefox Send, serviço de compartilhamento de arquivos

O mundo tecnológico não é muito diferente da vida real: produtos/serviços nascem, às vezes florescem e morrem algum dia — às vezes antes mesmo de mostrar todo o seu potencial. Hoje, foi a Mozilla quem tratou de perpetuar este ciclo nem sempre muito justo.

Publicidade

A empresa anunciou o encerramento de dois dos seus serviços: o Firefox Send, que permitia o envio fácil e rápido de arquivos de até 25GB pela web, e o Firefox Notes, que permitia a criação de notas rápidas dentro do navegador, sincronizadas em todas as sessões abertas e ligadas à sua conta.

No caso do Send, o problema tem um nome — malwares. Mais especificamente, crackers e invasores começaram a usar o serviço para distribuir vírus e outros agentes maliciosos, o que obrigou a Mozilla a pausar o serviço há alguns meses para avaliar a situação.

A empresa anunciou que tornaria obrigatório o uso de uma conta do Firefox para utilizar o Send, mas acabou mudando de ideia e concluindo que seria melhor desligar o serviço como um todo — portanto, ele não voltará mais ao ar.

Publicidade

O Notes, por sua vez, não teve a razão da sua morte plenamente explicada. A Mozilla limitou-se a informar que o serviço começou como um experimento para testar novas formas de sincronizar dados criptografados, e acabou seguindo sua existência como uma pequena ferramenta do Firefox — ferramenta que, agora, será desativada. Presume-se, portanto, que o serviço simplesmente não tenha conquistado a simpatia de muitos usuários.

Por enquanto ainda é possível usar o Notes, mas ele deixará de sincronizar suas notas em novembro próximo — período em que a Mozilla deixará de prestar suporte à ferramenta, também. Depois disso, não será mais possível instalar a extensão no Firefox.

Descansem em paz, portanto.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…