Masimo alega que Apple está tentando postergar batalha judicial para favorecer vendas do Watch A empresa de tecnologia médica está processando a Maçã por suposto roubo de segredos industriais

App Oxigênio no Sangue

Talvez muitos de vocês não lembrem, mas no início do ano, falamos aqui sobre uma ação judicial da Masimo contra a Apple. A empresa, especializada na criação de tecnologias de monitoramento médico não-invasivo, acusou a Maçã de roubar segredos industriais e infringir diversas patentes suas com recursos de saúde do Apple Watch, pedindo o bloqueio do uso das suas invenções e a interrupção das vendas dos relógios.

Publicidade

Agora, quase um ano depois, a briga ainda está longe de acabar — e a Masimo não está nada satisfeita com o lançamento do Apple Watch Series 6, que conta pela primeira vez com um oxímetro na sua lista de recursos.

De acordo com a empresa, a Apple está abusando do seu poder para postergar o processo e, com isso, capturar o mercado vendendo o máximo de relógios possíveis. As informações são da Bloomberg1.

Segundo a reportagem, a Apple entrou com um pedido para derrubar a parte do processo relacionada ao roubo de segredos industriais; ao mesmo tempo, a Maçã apresentou documentos para solicitar que as patentes da Masimo sejam invalidadas no Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (United States Patent and Trademark Office, ou USPTO). A adversária, claro, não ficou nada satisfeita:

Publicidade

[Adiar o caso] permitirá que a Apple aproveite uma janela crítica de oportunidade para capturar fatia de mercado em um campo emergente [referindo-se aos relógios inteligentes com oxímetro]. Assim como fez em inúmeros outros segmentos, a Apple tenta usar seu ecossistema e poder considerável para tomar o mercado de assalto sem maiores considerações.

Meses antes do lançamento, a Massimo afirmou ter perguntado à Maçã se o Apple Watch Series 6 de fato viria com um oxímetro, o que poderia fortalecer seus argumentos perante à corte. A Apple, entretanto, respondeu a adversária afirmando que as especulações sobre o recurso não passavam de “rumores da internet”.

Agora, fica a expectativa para as decisões sobre o caso: a primeira audiência relacionada à disputa está marcada para abril próximo, caso não sejam adicionados novos documentos ao processo. Ou seja — a Masimo terá de esperar um tantinho mais, de um jeito ou de outro.

via iDownloadBlog

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…