O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

“Live View” do Google Maps ganha suporte a transporte público e identificação de pontos de referência

A dádiva dos desorientados está ainda melhor
Google Maps com realidade aumentada na navegação a pé

Já falamos aqui algumas vezes sobre o recurso de realidade aumentada do Google Maps, chamado de Live View, que ativa a câmera do seu smartphone para dar aquela ajudinha nas suas navegações a pé, com indicações de caminho que aparecem no “mundo real”. Pois hoje, o Google anunciou novidades para o recurso.

Publicidade

Para início de conversa, ele está indo além das rotas a pé: agora, é possível usar a Live View também em direções de transporte público — uma novidade muito bem-vinda para todo mundo que já saiu de uma estação de metrô desconhecida e sentiu-se em outro planeta. Com ela, a visão de realidade aumentada será ativada automaticamente sempre que você chegar à parte do seu percurso a pé.

Recurso Live View do Google Maps

O pino vermelho que indica seu destino durante a rota também recebeu melhorias, sendo localizado agora de forma mais realista — se você está indo em direção a uma rua, por exemplo, ele será posicionado no início da rua, e não à distância.

Para melhorar, o Google liberará para todos os usuários no iOS e no Android uma funcionalidade até hoje presente apenas em smartphones Pixel: o Compartilhamento de Localização em Live View. Com ele, você poderá ver onde estão seus amigos que compartilharam a localização deles com você; tocando no ícone de um deles, você receberá a rota para chegar até eles mais rapidamente.

Além disso, o recurso ficará ainda mais útil para os usuários mais, digamos, perdidos: em sua nova versão, a Live View identificará e indicará determinados pontos de referência numa cidade (como um prédio famoso ou um monumento), ajudando na sua localização. O aplicativo exibirá, também, a sua distância exata do ponto em questão; se você tocar no ícone referente a ele, receberá direções para chegar lá.

As novidades do Google Maps serão liberadas para usuários ao longo das próximas semanas (nas cidades onde já há suporte à Live View, claro), mas o recurso de identificação de pontos de referência chegará inicialmente a algumas localidades específicas: Amsterdã, Bangkok, Barcelona, Berlim, Budapeste, Dubai, Florença, Istambul, Kuala Lumpur, Kyoto, Londres, Los Angeles, Madri, Milão, Munique, Nova York, Osaka, Paris, Praga, Roma, San Francisco, Sydney, Tóquio e Viena.


Ícone do app Google Maps -trânsito & comida
Google Maps -trânsito & comida de Google LLC
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple WatchesCompatível com o iMessage
Versão 5.77 (231.9 MB)
Requer o iOS 12.2 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via 9to5Google

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Processo accountsd exigindo 450% da CPU no macOS Catalina 10.15.7

Processo "accountsd" está consumindo 400% da CPU de alguns usuários no macOS Catalina 10.15.7

Próximo Artigo
WhatsApp

WhatsApp beta ganha opção de silenciar grupos indefinidamente, envio de mídias que expiram e mais!

Posts Relacionados