Não tem jeito: por mais que tente conciliar seu negócio de varejo (físico e online, que depende bastante também da oferta de produtos de terceiros) com suas próprias linhas, tem uma hora que a Apple se vê numa encruzilhada. E essa hora chegou para produtos de áudio.

Publicidade

Com rumores e mais rumores de uma ampliação da linha AirPods (com a chegada de um novo membro da família, os “AirPods Studio”) e da linha HomePod (com um modelo mais barato) — sem falar, obviamente, na linha Beats, que já é bem grande por si só —, a relação da Maçã com outras empresas do ramo ficou estremecida. E segundo Mark Gurman1, da Bloomberg, ela resolveu acabar logo com isso deixando de vender produtos de áudio da Bose, da Sonos e da Logitech em suas lojas.

Todos os fones de ouvido e alto-falantes da Bose, alto-falantes da marca Ultimate Ears da Logitech e o mais recente alto-falante inteligente da Sonos desapareceram da loja online da Apple [americana] no fim do mês passado, de acordo com verificações da Bloomberg.

Os funcionários das lojas físicas de varejo da Apple também foram instruídos a remover os produtos à venda nas lojas nos últimos dias. As ações da Sonos caíram até 7% nas negociações estendidas após a notícia.

Vale notar que a Apple parou de vender produtos da Bowers & Wilkins há alguns anos e também removeu dispositivos da Bang & Olufsen das suas lojas no início de 2020.

Segundo rumores, é bem possível que novos produtos sonoros da Apple sejam apresentados no seu próximo evento especial, que poderá acontecer já na terça-feira da semana que vem (13 de outubro).

Essa não é a primeira vez que algo assim acontece — e dificilmente será a última. Em 2014, por exemplo, a Apple deixou de comercializar pulseiras e acessórios fitness do tipo (como os da Fitbit) pouco tempo depois de entrar nesse mercado com o lançamento do Apple Watch.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…