Empregados de aérea são presos por descaminho de iPhones 113 vistos de trabalho foram cancelados por conta da descoberta dentro da Aeroflot, companhia aérea russa

Caixas de iPhones 11

Quando falamos de produtos da Apple, esquemas de descaminho não são raros de se encontrar. Poucas vezes eles chegam ao nível desse novo caso relatado pelo Business Insider1, entretanto.

Publicidade

Dez empregados da Aeroflot, maior e mais antiga companhia aérea da Rússia, foram presos recentemente após a descoberta de um esquema de descaminho que roubou o equivalente a mais de US$50 milhões em equipamentos eletrônicos — principalmente iPhones, iPads e Apple Watches.

O crime foi descoberto quando autoridades dos Estados Unidos inspecionaram a bagagem dos funcionários e descobriram produtos irregulares sendo transportados. O FBI entrou em ação e, junto à Alfândega dos EUA e o Departamento de Polícia de Nova York, descobriu que boa parte dos produtos contrabandeados eram roubados, levados para serem vendidos na Rússia por preços mais baixos.

Dez pessoas foram presas de imediato e aguardam julgamento, mas o esquema envolve muito mais gente: vários nomes citados pelos funcionários desapareceram e atualmente são considerados foragidos da justiça dos EUA. No total, o Departamento de Estado do país revogou 113 vistos de empregados da Aeroflot supostamente envolvidos no crime.

Publicidade

Autoridades suspeitam que os criminosos fazem parte de uma rede internacional de contrabando, com agentes localizados nos EUA e na Rússia para possibilitar o transporte ilegal de produtos. Resta saber, agora, se essa captura recente levará a polícia aos chefões do esquema ou se a coisa toda ficará por isso mesmo.

via iMore

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…