Renders do "AirTag"

Já sabemos que, em algum momento do futuro próximo, a Apple apresentará seus dispositivos de rastreamento próprios, atualmente conhecidos como “AirTags”. Sabemos que elas (provavelmente) assumirão a forma de uma moeda grande (ou não) e terão como base de seu funcionamento o chip de banda ultralarga U1, já presente nas duas gerações mais recentes de iPhones e no Apple Watch Series 6.

Publicidade

O que nós não sabíamos até agora, por outro lado, é que a Apple está absolutamente cheia de ideias e possíveis usos para as “AirTags”. Pois várias delas surgiram hoje, em duas patentes registradas pela Maçã e publicadas pelo Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos.

As invenções, como de costume, descrevem tecnologias que permitirão o funcionamento dos rastreadores da forma mais abrangente possível, falando sobre dispositivos que conseguem detectar a posição (absoluta e relativa) de um objeto com precisão muito maior do que um sistema GPS1, por exemplo.

Patentes das "AirTags"

A empresa descreve as “AirTags” como “dispositivos pequenos, de formato conveniente, que podem ser presos a um objeto”, com resistência estrutural que permita o seu uso em vários tipos de situação — possivelmente com um design à prova d’água (ou ao menos resistente à água) e que possa resistir a impactos, quedas e outros pequenos acidentes.

Também são citados elementos de feedback para ajudar o usuário a encontrar os objetos perdidos, como sons ou vibração, e múltiplos modos de funcionamento. O dispositivo pode, por exemplo, ficar boa parte da sua existência em “modo normal”, sem emitir ondas ativamente para localização (e, com isso economizar bateria).

Publicidade

Caso o usuário perca o objeto da “AirTag”, pode emitir um comando remoto para que ela entre em “modo perdido”, aí sim emitindo ondas continuamente para que o objeto seja encontrado. Essas ondas poderiam ser capturadas por outros iPhones ou Apple Watches na proximidade do dispositivo, e a informação seria transmitida silenciosamente, criptografada, até o dispositivo do usuário.

As patentes descrevem, também, possíveis formas de prender os rastreadores a objetos — uma seção particularmente importante, considerando que (de acordo com todos os rumores recentes) as “AirTags” em si não terão qualquer abertura para que possam ser presas às coisas que você quiser rastrear, dependendo de acessórios para isso.

Um deles seria uma simples tira de algum material flexível, que se prenderia ao dispositivo no vão entre o corpo de plástico e a traseira de metal. Outra ideia registrada pela Maçã é a de um acessório que ficaria preso em um chaveiro, com uma abertura removível onde seria guardada a “AirTag”. Para além de objetos, há também a descrição de acessórios que poderiam ser usados para prender os dispositivos em animais de estimação ou crianças pequenas, como braceletes e coleiras.

Patentes das "AirTags"

Por fim, a Apple fala também em possíveis usos das “AirTags” que iriam além da localização de objetos pessoais. A empresa descreve, por exemplo, um sistema no qual os rastreadores seriam embutidos em desfibriladores e extintores de espaços públicos; no caso de uma emergência, um usuário poderia usar seu iPhone/Apple Watch para localizar rapidamente um desses elementos, por exemplo.

Na ideia mais mirabolante vista até aqui, a Maçã fala também em usar “AirTags” presas ao corpo do usuário para detectar posição, postura, marcha e movimentos — elementos que seriam interessantes para uma integração com o app Saúde, por exemplo, ou para aplicações em jogos e experiências de realidade aumentada/virtual.

Naturalmente, quando tratamos de patentes, a observação que fazemos é sempre a mesma: o registro de uma ideia não necessariamente significa que a Apple irá colocá-la em prática — e, se o fizer, nada garante que ela chegará ao mundo real da mesma forma que foi posta no papel. Ainda assim, os registros já nos fazem imaginar o que a Maçã está planejando para a sua próxima família de produtos… e os prospectos são deveras interessantes, eu diria.

via Patently Apple

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…