Ceramic Shield dos iPhones 12 vai bem em teste de resistência Cuidado: imagens fortes

Todos que clamavam por um iPhone mais resistente deram um suspiro de esperança quando, na apresentação dos iPhones 12, a Apple anunciou uma nova tecnologia para o vidro frontal dos aparelhos.

Publicidade

Chamado Ceramic Shield, o processo envolve a aplicação de cristais de nanocerâmica no vidro para, segundo a Apple, dar mais resistência a quedas (4x superior) sem afetar a visibilidade ou o toque, é claro.

Restava, claro, descobrirmos se as promessas da Maçã têm fundamento. E, olha, parece que as notícias são boas — ao menos se tomarmos como referência as descobertas iniciais do canal no YouTube MobileReviewsEh.

Inicialmente, o testador usou um medidor de força para comparar a resistência do iPhone 11 e do iPhone 12 com uma alta pressão aplicada num pequeno ponto da tela. Vitória clara para o aparelho mais recente, que cedeu apenas com a aplicação de 442 newtons de força — seu antecessor quebrou com 352 newtons, uma diferença considerável.

Já no teste de riscos, o iPhone 12 também se saiu melhor: o aparelho começou a exibir pequenas marcas na superfície frontal apenas com pontas de classificação 7 na escala de dureza mohs — não estamos falando de uma superfície tão dura/resistente como a safira dos Apple Watches mais caros, mas já é um bom ganho.

Publicidade

Quem costuma assistir aos famosos vídeos do canal JerryRigEverything está careca de saber que vidro comum começa a riscar com pontas de classificação 6, que é exatamente o que aconteceu com o iPhone 11.

Entretanto, ao que parece, as bordas do vidro frontal são menos resistentes a riscos do que o centro — provavelmente algo relacionado ao processo de fabricação dos vidros e a aplicação das partículas de nanocerâmica. O vidro traseiro, vale lembrar, continua sendo vidro comum, então as precauções contra riscos e impactos deve continuar em alta entre os usuários dos novos aparelhos.

Publicidade

Quem também testou a resistência dos aparelhos foi o canal EverythingApplePro:

E, para ser bem sincero, a resistência tanto do vidro traseiro quanto do Ceramic Shield impressionaram bastante nos testes realizados aqui — a ponto de outros componentes do telefone (como alguns pixels da tela e o próprio alumínio da lateral do iPhone 12) sofrerem muito antes de os vidros quebrarem.

Eles quebraram, é claro, mas quando jogados de uma altura basicamente absurda (três metros), que dificilmente acontecerá no dia a dia de qualquer um de nós, meros mortais.

Publicidade

Pelo menos nesses vídeos, podemos confirmar que as alegações da Apple são verdadeiras: os telefones estão mais resistentes.

via MacRumors

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…