O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Anunciantes registram queixa contra Apple por recurso do iOS 14

A França é o primeiro país onde as novidades do sistema renderam uma reclamação formal contra a Maçã
iOS 14
Yalcin Sonat / Shutterstock.com

Tava demorando: depois de toda a polêmica causada no mundo dos anúncios digitais por conta das mudanças de privacidade do iOS 14, a Apple recebeu hoje, na França, a primeira queixa formal por conta da iniciativa. As informações são do Wall Street Journal1.

Publicidade

De acordo com a reportagem, um grupo de anunciantes e publicações da França registrou uma queixa na Autorité de la concurrence, o órgão nacional de regulação da concorrência. As empresas envolvidas na reclamação são algumas das maiores forças do país na área de anúncios digitais, como a sucursal francesa do Interactive Advertising Bureau (IAB), a Mobile Marketing Association, o Syndicat des Régies Internet e a Union Des Entreprises de Conseil et d’Achat Media.

O grupo reafirma um ponto já criticado anteriormente por anunciantes europeus: segundo as empresas, a GDPR (lei de proteção de dados da União Europeia) já traz normas relacionadas ao rastreamento e à coleta de dados dos usuários, então aplicativos e serviços que operem na Europa precisariam solicitar acesso a esses dados duas vezes ao usuário — uma para o GDPR, e outra por conta do iOS 14.

As empresas afirmam que tal redundância não é amigável aos usuários e pode criar um clima de temor sobre suas operações e táticas. A queixa cita, também, a escolha de palavras realizada pela Apple para alertar os usuários sobre a coleta de dados, que — segundo os anunciantes — também contribuiria para a recusa dessa coleta e, consequentemente, uma queda brusca no faturamento das empresas de anúncios.

Publicidade

Segundo a matéria do WSJ, os anunciantes franceses pedem mais tempo para que a mudança seja implementada — lembrando que a Apple já adiou o início das novas regras: anteriormente, elas chegariam junto ao iOS 14, mas agora começarão a valer somente no início do ano que vem. A queixa pede também uma revisão nos termos da política da Maçã para que as empresas de anúncios não sejam prejudicadas.

A Apple, claro, não se pronunciou sobre o assunto. Vamos ver no que isso vai dar.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Vídeo: hands-on do novo iPad Air (e comparativo com o iPad Pro)

Próximo Artigo
Caixa do iPhone 12 Pro

Procon notifica Apple sobre venda de iPhones sem carregador

Posts Relacionados