Conceito imagina central de serviços da Apple na web Seria uma ótima adição ao Apple One, não acham?

Não sei vocês, mas na opinião deste que vos escreve, o catálogo de serviços da Apple é um tanto quanto desorganizado para uma empresa que pretende ter esses mesmos serviços como seu principal motor de crescimento num futuro próximo.

Publicidade

Basicamente, cada plataforma de serviços da Maçã funciona de uma forma diferente: o Apple Music tem cliente web e aplicativo para Android, mas o Apple TV+ não pode ser acessado em serviços da concorrência. Vários elementos do iCloud também não funcionam no sistema do robozinho, e boa sorte encontrando o local onde você pode alterar suas configurações do Apple Pay. Tudo está meio espalhado, sem muito sentido, em diferentes páginas e aplicativos.

Talvez por isso o mais novo conceito do designer Parker Ortolani apele tanto ao meu coração. A ideia dele foi simples: aproveitar a chegada do Apple One e juntar todos (todos mesmo) os serviços da Maçã em uma única página na web — e, de quebra, ainda adicionar uns recursos novos na coisa toda.

Ao entrar na hipotética página com seu ID Apple, você seria recebido com um “Bom dia, fulano” e seu resumo do dia, com compromissos no calendário e emails não lidos. Abaixo da saudação, os quadros à esquerda — semelhantes visualmente aos widgets do iOS 14 — trariam outras informações pertinentes para aquele momento, como o status de um pedido na Apple Store online, do seu reparo sendo realizado numa loja da Maçã e o seu extrato do Apple Card.

Tocando em qualquer quadro desses, você pularia imediatamente para o serviço em questão, com controle completo. E, à direita, ficariam acessíveis os demais ícones de serviços da Maçã, como o Apple Music, o TV+, o Wallet, o Fotos, o Mapas, o Buscar, o Arquivos, o Suporte e tudo mais. Também seria possível acessar a Apple Store e fazer compras por lá mesmo.

Publicidade

Desenvolvedores teriam benefícios especiais com essa página, como acesso direto ao Apple Developer e ao App Store Connect; autores e editoras com publicações no Apple Books e no News também poderiam administrar suas criações pelo Publisher, enquanto músicos e gravadoras teriam acesso direto ao Apple Music for Artists.

Talvez mais notavelmente, o hub de serviços da Maçã seria também, na imaginação de Ortolani, a porta de entrada do mecanismo de buscas da Apple. Aqui batizado de Siri Search, o serviço combinaria pesquisas na internet com conteúdos específicos da empresa, como notícias do News, dados do Bolsa, locais no Mapas e aplicativos da App Store. Sabemos que um mecanismo do tipo está sendo gestado lá em Cupertino, então faria todo o sentido que ele existisse dessa forma.

Publicidade

A ideia seria que uma central do tipo funcionasse em qualquer dispositivo — Mac, iPhone, iPad, PC, smartphone Android, computador com Chrome OS ou o que for. A interface seria adaptada para ser amigável tanto à interação por toques quanto ponteiros, e teríamos, claro, um Modo Escuro próprio.

Segundo o designer, o conceito é um trabalho ainda em progresso, e outros recursos poderão ser adicionados com o tempo. O que vocês acham?

via iPhone Hacks

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…