A Apple fechou temporariamente sua loja na Walnut Street, uma das localizações mais movimentadas da Filadélfia, no estado americano da Pensilvânia. A informação foi confirmada pela companhia na página da Apple Walnut Street — e o motivo não é a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19).

Publicidade

De acordo com Michael Steeber, do 9to5Mac, o local foi fechado como precaução devido à tensão entre manifestantes e a polícia em novos protestos antirracismo em torno do assassinato de Walter Wallace Jr. por um policial, no começo desta semana.

Segundo Steeber, a mesma loja não havia nem sido reparada dos estragos causados durante a primeira leva de protestos, em junho passado, após o assassinato de George Floyd durante uma ação policial.

A Apple Walnut Street está fechada — não por causa da COVID, mas por precaução devido à tensão na Filadélfia. A loja nem mesmo foi totalmente consertada dos danos do último verão.

De acordo com o Philadelphia Tribune, o município emitiu um toque de recolher a partir das 21h de ontem que se encerrou às 6h de hoje. Nesse período, apenas mercearias, farmácias e restaurantes poderiam funcionar, além dos serviços de emergência.

A Apple não comentou o fechamento de sua loja na Filadélfia, mas vale lembrar que a maioria das unidades da companhia estão abertas nos Estados Unidos — muitas das quais estão funcionando no modo de retirada expresso de produtos ou com atendimento agendado.

via AppleInsider

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…