Faturamento cairá caso taxas da App Store diminuam, diz Apple Não diga…

Apps da App Store

A conferência da Apple divulgando seus resultados financeiros do quarto trimestre fiscal de 2020 aconteceu ontem, mas a empresa continua, por meio de registros e documentos orientados por lei, informando seus investidores sobre determinadas situações e previsões para o futuro próximo. Nesse sentido, um dos assuntos cobertos pela Maçã foi — claro — todo o imbróglio que atualmente envolve a App Store, como informou a Bloomberg1.

Publicidade

Mais precisamente, a tônica atual entre o mundo dos desenvolvedores é questionar a Apple acerca da taxa de 30% cobrada pela empresa sobre quase todas as transações (compras de apps, compras internas, assinaturas) realizadas dentro da loja. Órgãos reguladores ao redor do mundo começaram a realizar investigações sobre a questão, com a suspeita de que a prática da Apple pode ser monopolística e inibir a concorrência.

Até o momento, claro, essas investigações são incipientes — nada (ou quase nada) indica que a Apple sofrerá sanções por conta das taxas ou será obrigada a diminuí-las, até porque boa parte das suas concorrentes adotam práticas parecidas. Ainda assim, a Maçã tratou de alertar aos seus investidores: caso a taxa diminua, a receita da empresa também cairá.

Mais precisamente, essa foi a declaração da Maçã:

Publicidade

Se a taxa da comissão que a empresa recebe nessas vendas for reduzida, ou se de alguma outra forma ela for limitada em escopo ou eliminada, as condições financeiras da empresa e os resultados operacionais poderiam ser afetados adversamente, materialmente falando.

A declaração da Apple surpreende exatamente zero pessoas: no último trimestre fiscal, o setor de Serviços da empresa rendeu US$14,5 bilhões a Cupertino, ajudando a empresa a atingir seu recorde de faturamento mesmo com um tombo nos números do iPhone. A Maçã não detalha essas informações de receita, mas não é difícil imaginar que boa parte do faturamento de Serviços tenha vindo justamente da App Store — um negócio multibilionário por conta própria.

Vamos ver, portanto, como essa história há de se desenrolar.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…