O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhone com cabo e carregador
abolukbas / Shutterstock.com

Governo questiona Apple por vender iPhones sem carregador

Após ter sido notificada pelo Procon sobre a polêmica em torno da comercialização de iPhones sem carregador, a Apple terá que prestar esclarecimentos à Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão ligado ao Ministério da Justiça do governo brasileiro.

Publicidade

De acordo com informações do Valor, a Senacon notificará a gigante de Cupertino (além de outras cinco fabricantes) sobre a possibilidade de que seus aparelhos sejam comercializados no Brasil sem o respectivo carregador. Com isso, o objetivo do órgão é avaliar se a prática constitui algum tipo de violação ao direito do consumidor.

Além da Apple, fabricantes como Samsung, Motorola, Xiaomi, LG e ASUS também serão notificadas sobre a mesma questão. Nesse sentido, todas deverão informar se têm ou já tiveram planos de vender dispositivos sem seus respectivos carregadores. Em caso positivo, a Senacon questionará os motivos que embasaram essa decisão e se haverá alguma redução de preço devido à mudança.

Como bem sabemos, a Apple já comercializa iPhones no país sem carregador e fones de ouvido (EarPods), com tem feito em diversos outros países (com exceção da França). Tudo isso, claro, sem reduzir um centavo no valor do produto; de fato, os preços de alguns iPhones chegaram a aumentar nos Estados Unidos — no Brasil, então, nem se fala.

Publicidade

Os questionamentos da Senacon, porém, não têm efeito sobre a decisão das empresas de comercializar ou não dispositivos sem carregador; as respostas, portanto, servirão como base para um estudo de mercado do órgão.

Não obstante, a Senacon acredita que o carregador é um item “essencial para o funcionamento dos aparelhos” e a remoção dele da caixa dos aparelhos gera uma “preocupação adicional em relação à segurança” já que muitos usuários vão adquirir opções de terceiros que podem não ser compatíveis/recomendadas.

A notificação parte não apenas da necessidade de avaliar se a oferta dos itens de forma separada viola os direitos do consumidor, mas em compreender se a prática estimulará a compra de carregadores não-certificados, que, apesar de mais baratos, podem afetar a saúde do consumidor e a segurança do produto.

Vale ressaltar que a explicação dada pela gigante de Cupertino para a remoção do carregador e dos EarPods da caixa de iPhones é a de reduzir o impacto ambiental dos seus produtos e da logística de comercialização do iPhone como um todo.

via Tecnoblog

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Suposto acessório para as "AirTags"

Vaza foto de suposto acessório para as "AirTags"

Próximo Artigo
Fortnite

Jogadores de Fortnite no iOS/macOS recebem bônus da Epic

Posts Relacionados