O melhor pedaço da Maçã.

Navegador Brave remove recompensas por regras da App Store

A Apple enxergou violação de duas regras da sua loja
Navegador Brave

No ano passado, falamos aqui sobre o Brave, um navegador com foco em privacidade que tem como um dos seus grandes diferenciais um programa de recompensas no qual usuários recebem pontos ao ver anúncios — pontos esses que podem ser trocados por gift cards, vouchers e outros benefícios.

Publicidade

Bom… para quem gostou da ideia e estava usando o browser em sua versão para iOS, uma má notícia: os desenvolvedores foram forçados a remover o programa de recompensas por conta das diretrizes da App Store.

A equipe do Brave explicou tudo num post de esclarecimento: o navegador para iOS precisou ter as recompensas removidas porque a Apple enxergou uma violação de duas regras da App Store.

A diretriz 3.1.1 impede que usuários doem ou deem gorjetas a uma pessoa, empresa ou serviço sem usar o sistema de pagamento da Maçã — e, na visão da Apple, era exatamente isso que estava acontecendo com o Brave em seu sistema de pontos usado para resgatar brindes.

Publicidade

Já a regra 3.2.2 impede, de maneira geral, uma prática que a Apple descreve como “tarefas por dinheiro”. A intenção da diretriz é impedir que desenvolvedores ofereçam benefícios para usuários que deem cinco estrelas aos seus apps (o que é muito distante do que o Brave faz, obviamente); ainda assim, a Maçã enquadrou a prática do browser como violação da regra.

Por conta disso, a versão 1.22 do Brave, disponibilizada recentemente na App Store, remove completamente o programa de recompensas do navegador — você poderá continuar utilizando a funcionalidade nos outros aplicativos do Brave, para Mac e PC, mas não no iPhone/iPad. Os desenvolvedores afirmaram estar desapontados com a decisão, mas continuarão priorizando os outros chamarizes do navegador no iOS, como a velocidade e o foco na privacidade dos usuários.

Quem aproveitou a oportunidade para desferir mais um golpe contra a Apple foi Tim Sweeney, CEO1Chief executive officer, ou diretor executivo. da Epic Games:

A interpretação sempre mutante que a Apple dá às suas regras atingiu agora o navegador Brave, tirando de um dos maiores concorrentes do Safari boa parte da sua receita no iOS.

Vamos acompanhar, portanto, as cenas dos próximos capítulos.


Ícone do app Brave Navegador: VPN Privada
Brave Navegador: VPN Privada de Brave Software
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 1.62 (222.3 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via MacRumors

Notas de rodapé

  • 1
    Chief executive officer, ou diretor executivo.

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Vídeo: todas as novidades do iOS 14.3

Próx. Post

Apple TV+ divulga trailer da 2ª temporada de “Dickinson”

Posts Relacionados