Se você gosta de filmes de ficção (principalmente aqueles mais tecnológicos), é bem provável que já tenha visto computadores comandados por realidade aumentada. Mas e se eles saíssem da ficção e se tornassem reais? É o que o designer Dominik Hofacker imaginou no seu novo (e intrigante) conceito do macOS, chamado “macOS Reality”.

Publicidade

Mais precisamente, Hofacker aproveitou os antigos (e cada vez maiores) rumores sobre o lançamento de um dispositivo de realidade aumentada da Apple, popularmente conhecido como “Apple Glass”, para mirabolar uma versão totalmente em AR do sistema operacional de computadores da Maçã — com, é claro, algumas características bem peculiares.

Enquanto alguns usuários atualmente possuem duas configurações de tela, esse conceito descreve diferentes guias ou janelas em uma “tela sem limites” — basicamente, o espaço ao seu redor.

O aspecto mais atraente é que, em vez de usar telas 2D para exibir conteúdos, nós poderíamos confiar totalmente no conteúdo de AR no espaço 3D. Isso significa que o macOS mudaria de um sistema operacional 2D para um sistema espacial. Existem muitas vantagens nisso. O meu favorito é que, com o macOS Reality, o mundo é sua tela.

Em um mundo (não tão utópico) de trabalho remoto, Hofacker disse que pode ver a junção de software e AR como uma inovação útil.

Publicidade

A distribuição de hardware de monitores é cara e um incômodo. Por que não usar apenas óculos e ter ainda mais benefícios? Ver todas as suas informações mais importantes em todos os momentos pode ser ótimo para profissionais como analistas financeiros. O aspecto de ter profundidade 3D é muito melhor para todos que trabalham em todos os tipos de produtos físicos.

Se uma tecnologia assim seria melhor ou não, é difícil de dizer; fato é que talvez esse não seja o objetivo da Apple com suas supostas novas tecnologias em AR. Quem sabe daqui a (ainda) mais alguns anos, não é?

via Cult of Mac

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários