O melhor pedaço da Maçã.

Vendas do iPhone 12 mini podem estar abaixo do esperado

Os demais modelos, por outro lado, vão muito bem
Mr.Mikla / Shutterstock.com
iPhone 12 mini

Quando a Apple anunciou a família do iPhone 12, o modelo mais barato da linha — o iPhone 12 mini — parecia ser uma pedida interessante: tamanho diminuto, fácil de ser levado em qualquer bolso, com operação facilmente realizada com uma mão só e um preço (um pouco) mais palatável que o dos seus irmãos. Fórmula de sucesso? Bom… talvez não.

Publicidade

A Consumer Intelligence Research Partners (CIRP) publicou recentemente seus primeiros números (estimativas, já que a Apple deixou de compartilhar números de venda precisos de iPhones) relativos ao mix de vendas dos smartphones da Maçã. A surpresa? O iPhone 12 mini contribui com uma parcela bem menor daquela que poderia se esperar para um aparelho de entrada.

Mix de vendas de iPhones em 2019 e 2020, CIRP

O gráfico acima compara a proporção dos modelos de iPhones vendidos em setembro de 2019 (quando foi lançada a linha do iPhone 11) e outubro/novembro de 2020 (época de lançamento da linha do iPhone 12).

Vejam que, no período mais recente, os lançamentos da Maçã já dominam as paradas: de todos os iPhones vendidos em outubro/novembro do ano passado, mais de 75% são da nova linha — um desempenho melhor que o da família do iPhone 11, que representou 69% das vendas em setembro passado.

Publicidade

Dentre os novos modelos, o iPhone 12 “comum” parece ser o mais popular, com 27% das vendas totais no período. Os modelos Pro também foram relativamente populares, com algo em torno de 20% da fatia para cada um. E o iPhone 12 mini, pelas estimativas da CIRP, é o renegado da família, com apenas cerca de 6% das vendas.

Obviamente, não é possível afirmar ao certo se as vendas do aparelho são decepcionantes para a Apple porque ninguém sabe quais são as estratégias de mercado da empresa, mas é de se surpreender que o modelo mais barato da nova linha esteja atraindo tão poucos consumidores. A CIRP especula que isso se deva a uma grande disponibilidade de modelos ainda mais baratos (e mais antigos) de iPhone à venda, como o SE, o XR e o iPhone 11.

Faz sentido?


Comprar iPhone SE de Apple Preço à vista: a partir de R$3.869,10
Preço parcelado: a partir de R$4.299,00 em até 12x
Cores: meia-noite, estelar ou (PRODUCT)RED
Capacidades: 64GB, 128GB ou 256GB

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão sobre vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Vídeo: o melhor plugin de correção de cor para Final Cut Pro

Próx. Post

Oferta: MacBook Air M1 com 23% de desconto!

Posts Relacionados