Bloomberg: “Apple Car” só deverá acontecer daqui a 5-7 anos As informações sobre o carro da Maçã estão, no mínimo, desencontradas

Apple Car

O mundo entrou em polvorosa quando, há algumas semanas, uma reportagem da Reuters afirmou que o “Apple Car” poderia chegar em 2024 — muito antes do que qualquer expectativa razoável — com uma suposta “tecnologia revolucionária” de bateria. Rumores seguintes, entretanto, foram bem mais comedidos, com o analista Ming-Chi Kuo afirmando que não seria nenhuma surpresa se o carro da Maçã surgisse apenas em 2028.

Publicidade

Pois hoje, a Bloomberg chegou1 para corroborar essas expectativas, digamos, mais realistas. De acordo com a reportagem de Mark Gurman, o estágio de desenvolvimento do carro autônomo da Apple ainda está em suas fases iniciais e poderá levar algo entre cinco e sete anos para ser apresentado ao mundo — embora esses cronogramas possam mudar, de acordo com as fontes ouvidas pela matéria.

Apesar disso, os prospectos são animadores: contrariando rumores antigos, de que a Apple teria concentrado suas atenções num sistema de direção autônoma a ser licenciado para outras montadoras, atualmente o “Projeto Titan” (codinome interno da iniciativa do “Apple Car”) tem uma pequena equipe de engenheiros de hardware projetando elementos como o exterior e o interior de um veículo próprio, além do sistema em si. Ou seja: pelo visto, a ideia da Apple é, de fato, lançar o seu próprio carro, e não um sistema licenciado a outras marcas.

A reportagem indica, também, que a Apple continua contratando engenheiros e profissionais da Tesla, além de outros nomes importantes da indústria automobilística (como a Chevrolet e a Mercedes-Benz) e de startups do setor, como a Lucid Motors. Temos até uma lista dos principais nomes na empreitada:

Profissionais que estariam trabalhando no "Apple Car"

Um dos grandes diferenciais do projeto da Maçã, segundo as fontes, seria justamente aquilo que caracteriza toda a linha de produtos da Apple: uma forte integração entre o sistema de direção autônoma, os chips próprios e o design/construção do veículo. A ideia, aparentemente, seria tornar a utilização do carro o mais simples possível: entrar, digitar o destino e aproveitar a viagem.

A pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) também teria posto obstáculos no projeto, com toda a equipe do projeto atualmente trabalhando de casa ou passando pouco tempo em reuniões presenciais. Além disso, a empresa ainda pode decidir licenciar o futuro sistema de direção autônoma para outras montadoras, dependendo dos rumos do desenvolvimento.

Publicidade

De qualquer forma, caso o caminho escolhido seja a fabricação de um veículo próprio, a expectativa é de que a Apple o fará com uma parceira na Ásia, como acontece com os demais produtos da empresa. As conversas com a Magma International, entretanto, foram encerradas por conta da indefinição do projeto — ou seja, a Maçã terá muitas negociações a realizar nos próximos anos.

O fato é que a coisa está rolando. Vamos aguardar.

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários