O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Vendas de Macs cresceram acima da média da indústria no 4º trimestre

A Maçã continua no quarto lugar do segmento, entretanto
Macs em Apple Store
pio3 / Shutterstock.com

Entra trimestre, sai trimestre, e a Apple não larga o osso do quarto lugar na lista de maiores vendedoras de computadores do mundo. No quarto trimestre de 2020, entretanto, a IDC mostrou números que trouxeram um alento para a Maçã: das cinco principais empresas do segmento, ela foi a que mais cresceu.

Publicidade

Pelas estimativas da firma, a Apple teve um crescimento de 49,2% comparando o quarto trimestre de 2020 com o mesmo período de 2019 — no total, foram 7,35 milhões de máquinas vendidas no trimestre mais recente, suficientes para garantir à Maçã uma fatia de mercado de 8% (também uma boa subida em relação aos 6,8% do quarto período de 2019).

IDC sobre computadores, quarto trimestre de 2020

A Lenovo consolidou-se na liderança do segmento com 23 milhões de computadores vendidos, suficiente para abocanhar um quarto do mercado. HP e Dell completaram o Top 3, enquanto a Acer ficou no quinto lugar. Todas as empresas cresceram, mas a Acer foi a única que deu um salto comparável ao da Apple, com crescimento de 48,3% na comparação ano a ano.

Seguindo a lógica, o mercado de PCs como um todo também deu um salto em relação ao quarto trimestre de 2019: foram quase 20 milhões de computadores vendidos no período mais recente, contra 15,7 milhões no mesmo período do ano passado.

Publicidade

A Canalys, por sua vez, fez uma análise das vendas de computadores ao longo de 2020. Com a diferença dos números exatos de venda, o cenário é bem parecido com o apresentado acima: Lenovo, HP, Dell, Apple e Acer constituem o Top 5, com a Maçã e a Acer liderando em crescimento (16,6% e 17,4%, respectivamente). A Apple vendeu, nas estimativas da empresa, 22,5 milhões de Macs ao longo do ano que passou.

Canalys sobre computadores, quarto trimestre de 2020

A firma acredita que, a partir de 2021, o mercado de computadores vai se tornar ainda mais competitivo, com consumidores apostando em mais formatos e tipos de uso. A Apple, claro, está com a faca e o queijo na mão para capitalizar com esse cenário — seus chips próprios, afinal de contas, ainda estão dando seus passos iniciais, e o céu é o limite para as inovações que a empresa poderá trazer para a sua linha de Macs.

Vamos aguardar, portanto.

via 9to5Mac, MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPhone 5s cinza espacial de costas

Apple libera iOS 12.5.1 para iPhones/iPads mais antigos

Próximo Artigo

StudioDock, da Kensington, combinará suporte para iPad Pro com estação de recarga [atualizado]

Posts Relacionados