O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Vídeo: por dentro da fábrica de iPhones da Foxconn na China

Vídeo mostra o dia a dia de uma fábrica de iPhones na China

O que está por trás dos aparelhos que usamos todos os dias?

Falamos sobre a cadeia de produção dos iPhones na China, mas a rigor da verdade, sabemos muito pouco sobre o que acontece dentro das paredes da Foxconn e das demais parceiras da Maçã — tirando, claro, as recorrentes denúncias de violações a direitos trabalhistas, sanitários e humanos. Mas como é, de fato, trabalhar montando iPhones?

Publicidade

O canal do YouTube Tech Vision fez um vídeo bem interessante, reunindo imagens e informações de outras fontes para produzir um “mini-documentário” sobre a rotina, os detalhes e os problemas da fabricação de iPhones em uma fábrica da Foxconn em Zhengzhou — metrópole de 10 milhões de habitantes que ganhou o infame apelido de “cidade dos iPhones”, por montar boa parte dos smartphones da Maçã.

O vídeo vem após mais uma acusação grave realizada contra uma das parceiras da Apple: como falamos aqui há algumas semanas, a Lens Technology foi acusada de utilizar trabalho forçado da população uigure na sua fábrica em Xinjiang (no noroeste da China) — acusação, aliás, negada pela Apple. Além disso, um relatório recente expôs casos em que a Apple demorou anos para cortar relações com empresas acusadas de empregar trabalho infantil e/ou forçado.

No caso da Foxconn (que é o foco do vídeo, afinal de contas), a parceira da Maçã já está há alguns anos sem grandes polêmicas — mas já esteve no centro das atenções por motivos abjetos, como aquele infame caso dos suicídios de trabalhadores e da posterior instalação de “redes antissuicídio” nas habitações de empregados da empresa.

Publicidade

Apesar dos esforços da Foxconn para evitar novos escândalos do tipo, não dá para dizer que a vida dos trabalhadores da empresa é um mar de rosas: como expõe o vídeo, a maioria deles enfrenta longas jornadas de trabalho, seis dias por semana, realizando tarefas repetitivas (como apertar um determinado parafuso) por horas a fio. As horas extras, apesar de classificadas como voluntárias, são basicamente obrigatórias, e os alojamentos dos funcionários são precários e apertados. As maiores reclamações são de cansaço e tédio extremo.

No fim das contas, o vídeo é mais um lembrete que, por de trás da combinação extremamente bem acabada de vidro e metal dos iPhones (ou de quaisquer outros produtos eletrônicos), há algumas realidades um pouco mais desconfortáveis do que gostaríamos de admitir. E assim caminha a humanidade…

via iClarified

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Steve Jobs apresentando o primeiro iPhone

Steve Jobs será homenageado em jardim de heróis dos EUA

Próximo Artigo
Instalando o VLC no macOS

VLC para macOS está agora compatível com Macs M1

Posts Relacionados